AeroClippi?ng, quinta-fei?ra, 03/07/14 - ano XII - nº 203

Fonte
  • Menor Pequena Medium Grande Maior
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

O Estado de S.Paulo

Empresas vão a júri por queda do voo AF-447

G1

Voos para cidades dos jogos das quartas da Copa já são raros e caros

Aeroporto de Cabo Frio, RJ, recebe mais de 65 aeronaves nesta Copa

Anac considera 'ilegal' cobrança de taxa de embarque no aeroporto do RN

Diário de Pernambuco

Transporte aéreo de carga cresce 4,7% em maio, diz Iata

Jornal de Turismo

GOL obtém financiamento no valor de US$68 milhões por

sete anos

Mercado&Eventos

Cresce a demanda por viagens aéreas, cai a oferta

Copa Airlines comemora um ano de operações em Boston

Panrotas

Aeroportos brasileiros têm mais de 7,6 mi paxs na Copa


O Estado de S.Paulo

QUINTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2014

Empresas vão a júri por queda do voo AF-447

Justiça encerra

investigação e indica Air France e Airbus por 228 homicídios involuntários

Andrei

Netto

CORRESPONDENTE / PARIS


A Justiça da França informou ontem familiares de vítimas do voo AF-

447queencerrou a investigação sobre as causas do acidente no voo da Air France

Rio-Paris. Segundo os juízes de instrução do caso, Air France e Airbus serão

levadas a julgamento pelo Tribunal Correcional de Paris por homicídio

involuntário. Na prática as empresas vão responder pelo acidente ocorrido no

Atlântico em 31 de maio de 2009, que deixou 228 mortos.


A reunião aconteceu na sede do Palácio de Justiça de Paris. Para que a decisão

de levar as duas companhias a julgamento seja concretizada, falta apenas a

análise dos recursos impetradosem14demaiopela AirFrance e pelo Sindicato

Nacional dos Pilotos de Linha (SNPL), que reclamam do relatório final da contra

investigação realizada pela Justiça, a pedido da Airbus. O documento indica a

responsabilidade dos pilotos após uma série de falhas técnicas decorrentes do

congelamento das sondas de velocidade – os “tubos de pitot”.


Antes da reunião com os juízes, a presidente da associação de familiares de

vítimas Ajuda Mútua e Solidariedade AF447, Danièle Lamy, pediu mais uma vez que

nenhuma das duas empresas seja liberada de julgamento, por temer que a Airbus

pudesse não ter seu indiciamento confirmado. “Se eles se beneficiarem de uma

anulação do processo, seria algo extremamente grave.”


Para o advogado Yassine Bouzrou, que representa um grupo de familiares, a

Justiça da França reuniu indícios sobre a responsabilidade pelo acidente. “Creio

que há elementos suficientes hoje para que Airbus e Air France sejam condenadas

por homicídio involuntário”, afirmou.


Empresas. Em nota oficial, a Air France

reagiu às informações, afirmando que não teve acesso às acusações. A companhia

lembrou que a lei oferece três meses amais às partes para solicitar mais uma vez

a suspensão do indiciamento, após o final da investigação.E a Justiça ainda não

se pronunciou sobre o primeiro pedido, de maio. Até o fim da noite, a Airbus não

havia se pronunciado sobre a decisão judicial.


G1

02/07/2014 20h09

Voos para cidades dos jogos das quartas da Copa já são raros e caros

G1 levantou informações

para voos partindo de São Paulo, Rio e Brasília.

Para o jogo do Brasil, nesta sexta, a única opção é viajar na véspera.

Do G1, em São Paulo



Arena Castelão, em Fortaleza: passagens para a sede do próximo jogo do

Brasil são raras e caras (Foto: Reprodução/Globonews)


Os moradores de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília que conseguiram ingresso

para o jogo entre Brasil e Colômbia, pelas quartas-de-final da Copa do Mundo,

mas ainda não compraram a passagem de avião para Fortaleza, terão uma má

surpresa. Uma busca feita pelo G1 por meio do buscador Decolar.com mostra que

quase não há opções de voos entre a tarde desta quarta-feira (2) e as horas

antes do apito inicial no Estádio do Castelão, em Fortaleza, onde acontece a

partida a partir das 17h desta sexta-feira (4).


A situação é quase tão crítica nos jogos entre Alemanha e França, no Rio, às 13h

desta sexta, entre Argentina e Bélgica, às 13h do sábado (5), em Brasília, e

entre Holanda e Costa Rica, às 17h de sábado em Salvador.


As raras opções saem, em muitos casos, por preços mais altos que os dos valores

dos ingressos. O levantamento considera apenas o preço da passagem, sem o valor

extra cobrado por taxas, encargos ou tarifas.


Para chegar a Fortaleza a tempo de ver a partida, quem está em São Paulo só

tinha uma opção disponível nesta quarta-feira (2): um voo com escala que dura

sete horas e sai às 19h54 de São Paulo e chega às 3h. O preço, sem as taxas e

encargos, é de R$ 1.299. Na sexta-feira, não há opções de voo saindo de São

Paulo que chegue à capital cearense a tempo da partida.


Quem está no Rio e tem entradas para ver de perto o Brasil de Neymar enfrentar a

Colômbia de James Rodríguez também vai ter que gastar com hotel e viajar na

véspera. Até as 18h desta quarta-feira, havia seis voos com assentos disponíveis

para a quinta-feira, com preço variando entre R$ 999 e R$ 1.998 (sem incluir as

taxas e encargos).


Já quem mora em Brasília e conseguiu ingresso para essa partida da Copa

precisará usar outro meio de transporte –não há mais voos com assento à venda

entre Brasília e Fortaleza entre esta quarta e a manhã de sexta-feira.


Além de buscar hospedagem na véspera do jogo do Brasil, os viajantes de São

Paulo e Rio também precisarão dormir em Fortaleza pelo menos por uma noite após

a partida, já que não há voos disponíveis a partir das 20h de sexta-feira. Para

a volta de Fortaleza a São Paulo, há opções de passagens no sábado por valores

entre R$ 1.107 e R$ 2.000 (sem as taxas). No domingo, o preço sobe para pelo

menos R$ 1.738. No caso do Rio, no sábado há apenas uma opção, às 4h30 da

madrugada, ao preço de R$ 1.580. No domingo, todos os voos estão lotados.


Para ver a Alemanha enfrentar a França

O outro jogo das quartas-de-final na sexta-feira é entre Alemanha e França, às

13h no Maracanã. Quem pretende sair de São Paulo para o Rio na quinta-feira

conseguir achar, no fim da tarde desta quarta, várias opções de voo a partir de

R$ 412 (com escala) e R$ 637 (sem escala). Na sexta-feira, as opções de voos

matutinos, que chegam ao Rio a tempo de o passageiro correr para o estádio, não

saem por menos de R$ 560, e podem chegar a R$ 1.307. Na volta, há diversas

opções para os torcedores, a preços a partir de R$ 300, considerados baixos, na

comparação com o período.


De Brasília para o Rio, havia 14 horários de voos para sexta-feira à venda no

site na faixa entre R$ 625 e R$ 1.299 (sem as taxas e encargos). Na quinta, o

preço é um pouco mais baixo, começando a partir de R$ 605.


No sábado, o primeiro jogo das quartas acontece em Brasília às 13h. Quem está em

São Paulo, tem ingresso para Argentina x Bélgica e ainda não arrumou passagem

tem algumas opções na sexta, mas o site indicada que vários dos voos só tinham

um único assento sobrando. O valor variava entre R$ 692 e R$ 1.708. No dia da

partida, há sete opções de voos que chegam antes do início da partida, mas seis

delas chegavam ao aeroporto entre 12h20 e 12h30, tornando a chegada ao estádio

no mínimo emocionante.


A volta também tem opções escassas: no mesmo dia do jogo, há três horários

disponíveis, mas um deles prevê a decolagem para as 17h22. Isso quer dizer que,

se a partida for para os pênaltis, será preciso escolher entre ficar até o final

e não perder o voo para casa. No domingo, há mais opções, mas nenhuma sai por

menos de R$ 1.000.


Os moradores do Rio que querem ir a Brasília ver a partida no estádio precisam

viajar na véspera e desembolsar pelo menos entre R$ 960 e R$ 2.041, além das

taxas e encargos. No sábado, já não há mais opções. Para voltar, a única opção

viável para aproveitar o jogo até o fim, incluindo a prorrogação e os pênaltis,

é pegar um voo no dia seguinte, já que o sábado não oferece alternativas. O

preço do único horário no domingo era R$ 1.299.


Salvador

Quem quer fazer um bate-e-volta de São Paulo a Salvador, onde no sábado (5) a

Holanda enfrenta a Costa Rica às 17h, só tinha quatro opções de horários de voo

no fim da tarde desta quarta, com valores entre R$ 689 e R$ 999. Na véspera,

para os que topam pagar a mais pela hospedagem, há mais opções, mas com preços

mais salgados, entre R$ 999 e R$ 2.598 sem as taxas. A volta, para os paulistas

que queiram ir ao estádio, precisa ser adiada para o domingo, único dia do fim

de semana com assentos em voos à venda (eram seis, às 18h desta quarta, por R$

999).


Do Rio para Salvador, também há voos disponíveis para a sexta, mas no sábado não

havia opções de compra de passagens em viagens que chegam à capital baiana com

antecedência suficiente para que o torcedor vá do aeroporto ao estádio. Na

volta, havia uma opção na noite de sábado por R$ 1.289 e dois lugares

disponíveis em um voo no domingo, por R$ 999.


G1

02/07/2014 19h31

Aeroporto de Cabo Frio, RJ, recebe mais de 65 aeronaves nesta Copa

Aviões de seleções

utilizam o aeroporto da cidade como estacionamento.

Outras 10 aeronaves de grande porte podem utilizar o terminal em julho.

Do G1 Região dos Lagos



Aeroporto de Cabo Frio deve

receber mais 10

aeronaves em julho (Foto: Telma Flora/Ascom)


O Aeroporto Internacional de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro,

tem sido o espaço escolhido para estacionamento de aviões de seleções e jatos

executivos, segundo a assessoria da Secretaria de Turismo. Mais de 65 jatos

executivos de diversos países chegaram à cidade desde o início do Mundial, e a

expectativa é que, apenas nos dias 12 e 13 de julho, outros 50 jatos e dez

aeronaves de grande porte utilizem o terminal.


Muitos torcedores, vindos dos Estados Unidos, Chile, Argentina, Uruguai e

França, que desembarcaram no aeroporto aproveitaram para conhecer Cabo Frio e

outras cidades da região da Costa do Sol, movimentando a economia local. As

aeronaves das delegações da Holanda, Inglaterra, Chile e Bélgica também já

passaram pela cidade.


Kleber Meira, diretor-geral da Libra Aeroportos, empresa que administra o

terminal de Cabo Frio, confirmou que a cidade está recebendo uma média diária de

cinco jatos executivos.

Sobre o Aeroporto


Desde 2001, o Aeroporto Internacional de Cabo Frio é administrado pela

iniciativa privada, após concessão pela Prefeitura. Hoje opera três voos

semanais, para Belo Horizonte e Campinas.

Por estar localizado em uma cidade de grande apelo turístico, o movimento na

alta temporada de verão sofre aumento no tráfego aéreo. Em janeiro, foram 60

voos comerciais, que geraram um fluxo de 60 a 100 passageiros por dia. Em 2013,

o balanço mostra que foram 230 mil passageiros transportados.


O aeroporto recebe também um voo cargueiro regular (semanal) da Europa, que sai

de Amsterdã. Com isso, Viracopos, em Campinas, deixou de ser a única opção do

importador fluminense para recebimento de cargas da Europa. É ganho de

eficiência logística e de arrecadação para o estado do Rio. Recebe ainda outros

dois voos cargueiros semanais, vindos de Miami.


G1

02/07/2014 19h08

Anac considera 'ilegal' cobrança de taxa de embarque no aeroporto do RN

Tarifa não pode ser

cobrada porque obras não foram concluídas, diz Anac.

Agência estuda uma forma de o dinheiro ser devolvido aos passageiros.

Do G1 RN



Aeroporto Aluízio Alves

recebeu primeiros passageiros neste sábado

(Foto: Fred Carvalho/G1)


Como as obras ainda não foram totalmente concluídas, a Agência Nacional de

Aviação Civil (Anac) considera ilegal a cobrança de taxas de embarque a partir

do Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante,

na Grande Natal, e estuda uma forma de o dinheiro ser devolvido aos passageiros.


O Ministério Público Federal do Rio Grande do Norte instaurou procedimento para

investigar a cobrança indevida de tarifas de embarque no terminal. De acordo com

a assessoria de comunicação do MPRF, as empresas aéreas que operam no local

serão oficiadas para cessarem a cobrança. Isso porque as regras de concessão do

aeroporto preveem que esse pagamento não deve ser exigido dos passageiros até

todos os itens referentes à infraestrutura aeroportuária do terminal, previstos

no contrato, serem finalizados.


A Inframérica, empresa concessionária que administra o aeroporto, afirma que

nenhum valor está sendo repassado a título de tarifa de embarque das empresas

para a concessionária. Segundo nota emitida pelo MPF nesta quarta, há

informações sobre companhias realizando a cobrança aos passageiros. Os ofícios

enviados às empresas aéreas as questionam se a cobrança está sendo feita. Em

caso positivo, a orientação do MPF é para que elas cessem a exigência da taxa.


Segundo a Inframérica, o aeroporto tem 98% das obras prontas. Mesmo inacabado,

ele foi inaugurado oficialmente no dia 9 de junho. Desde então, já foram

registrados mais de 2.100 voos, com aproximadamente 158 mil passageiros. Além

dos voos regulares, houve 278 embarques e desembarques extras no período em que

Natal recebeu jogos da Copa do Mundo. Também no mesmo período, o aeroporto

registrou 81 voos internacionais, com um total de 7.047 passageiros.


O bilhete emitido a partir de Natal continua tendo a cobrança da taxa, que custa

R$ 21,57. Deste total, R$ 13,80 correspondem à parte da Inframérica. Até agora,

as companhias aéreas não repassaram nenhum valor ao consórcio.


Nas agências de viagens, uma das principais dúvidas é se o passageiro pode se

recusar a pagar a taxa. “Eles não estão sabendo que essa taxa é ilegal. Ninguém

informou para eles que essa taxa não deveria ser paga", afirma Diassis Holanda,

presidente da Agência Brasileira de Viagens no RN. “Nós não informamos porque

nós também não temos essa informação", acrescenta.


Em nota, a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) informou que “as

empresas aéreas mantêm a cobrança da Tarifa de Embarque no aeroporto de São

Gonçalo do Amarante porque ela é obrigatória. As companhias aguardam uma

resolução da ANAC sobre a devolução do valor pertinente aos passageiros”.


Procon

O Procon do Rio Grande do Norte ainda não tem registro de queixas de

passageiros. Segundo Ney Lopes Júnior, coordenador do órgão, o Procon possui

duas centrais de atendimento em Natal. No shopping Via Direta, na Zona Sul, o

número para contato é o (84) 9982-2741; no shopping Estação, na Zona Norte,

atende pelo (84) 8801-5607.


Consulta de voos online

O Consórcio Inframérica disponibiliza o serviço de consulta online de horários

de chegadas e partidas de voos. Para ter acesso às informações, basta acessar o

site do novo aeroporto. O consórcio enfatiza que, por ser um aeroporto privado,

o Aluízio Alves não tem suas informações no site da Empresa Brasileira de

Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).


Diário de Pernambuco

02/07/2014 13:55

Transporte aéreo de carga cresce 4,7% em maio, diz Iata

Agência Estado


O transporte aéreo de carga acelerou em maio, quando registrou um crescimento de

4,7% frente o verificado um ano antes, informou nesta quarta-feira (2) a

Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês). A

expansão é superior à observada em abril, quando ficou em 3,8%. No acumulado do

ano, o aumento é de 4,4%.


"Depois de vários meses de oscilação nas condições de demanda, as perspectivas

para carga aérea mundial parecem estar se estabilizando", afirmou o diretor

geral da Iata, Tony Tyler. Para a entidade, a aceleração do crescimento reflete

a melhora das condições econômicas, com indicações de que o comércio mundial e a

confiança empresarial estão evoluindo, depois de um primeiro trimestre fraco.


O volume de carga internacional, medido em tonelada-quilômetro transportado (FTK,

na sigla em inglês), cresceu 5,1% em maio, enquanto o transporte de carga

doméstica avançou 2,6%. Já a capacidade de transporte de carga, medida em

tonelada-quilômetro disponível (AFTK, em inglês) aumentou 4,9% no mercado

internacional e 1,7% nos mercados domésticos. Com isso, a taxa de utilização

alcançou 48,5% e 31,1%, respectivamente.


Conforme destacou a Iata, os volumes de carga transportada cresceram em todas as

regiões, mas com diferentes ritmos. A expansão mais expressiva foi das

companhias do Oriente Médio, que reportaram alta de 9,3% em maio, por causa da

evolução nos mercados desenvolvidos, combinada com o aumento das ligações com

economias emergentes. Já as companhias africanas tiveram uma expansão de 7,2% e

as latino-americanas, de 4,9%. As norte-americanas, por sua vez, tiveram um

crescimento mais modesto, de apenas 2,4%.


Na nota, Tyler destaca que apesar da melhora das perspectivas para o transporte

aéreo de carga, o setor ainda precisa restaurar a competitividade e aumentar sua

participação no crescimento do comércio. Segundo ele, os concorrentes de carga

aérea estão inovando de forma agressiva, reduzindo o tempo de entrega e

melhorando a eficiência. "Há um enorme potencial na agenda de e-cargo para

ajudar a reduzir os tempos médios de transporte em 48 horas a partir da média

atual de 6,5 dias", diz avaliando, porém, que o sucesso depende de uma abordagem

unida de toda a cadeia de valor.


Jornal de Turismo

Quarta, 02 Julho 2014 12:07

GOL obtém financiamento no valor de US$68 milhões por

sete anos


GOL

Linhas Aéreas Inteligentes, a maior companhia aérea de baixo custo e baixa

tarifa da América Latina, informa que obteve um financiamento no montante de

US$68 milhões junto ao Credit Agricole Corporate and Investment Bank ("CA-CIB"),

com a garantia de doze motores próprios de reposição CFM56-7B, e possibilidade

de aumentar em US$100 milhões adicionais para incluir as futuras entregas de

motores próprios.


O financiamento terá prazo de sete anos, com custo de Libor+225bps e terá

amortizações trimestrais de principal e juros a partir de setembro de 2014. Esta

captação faz parte da manutenção de posição de liquidez elevada e utilização de

maneira racional desta, para redução do custo de dívida da Companhia.


Mercado&Eventos

02/07 - 15:24

Cresce a demanda por viagens aéreas, cai a oferta


Os brasileiros, segundo o relatório divulgado na semana passada pela Agência

Nacional de Aviação Civil (Anac), têm comprado mais passagens aéreas. Segundo o

órgão, a demanda de voos domésticos de passageiros, medida em

passageiros-quilômetros pagos transportados (RPK, na sigla em inglês), cresceu

em 4,2% em maio deste ano. A base de comparação é o mesmo período do ano

passado. A demanda pela aquisição de passagem aerea tem crescido nos últimos 8

meses e atingiu o maior patamar em dez anos.


A oferta em assentos-quilômetros oferecidos (ASK, na sigla em inglês) em voos

domésticos de passageiros, no entanto, caiu 1,7% se comparada a maio de 2013.

Comparados, os resultados demonstram que, no acumulado, ambos cresceram. Demanda

somou 7,8% no ano e a oferta aumentou em 0,5% no mesmo período.


É interessante reparar, no entanto, que a taxa de aproveitamento das aeronaves

vem crescendo. Segundo o relatório, o aproveitamento de passagens aereas

domésticas de empresas brasileiras (RPK/ASK) bateu recorde no mês de maio nos

últimos dez anos, com 78,5%. A melhora foi de 6% comparando o ano anterior.


No âmbito internacional, os resultados são os mesmos. O registro mostra

crescimento da demanda em RPK de 2,3% e queda de 4,5 por cento de oferta em ASK.

O aproveitamento em voos internacionais alcançou 83% em maio deste ano,

representando alta de 7,1%.


da Redação


Mercado&Eventos

02/07 - 12:18

Copa Airlines comemora um ano de operações em Boston


No dia 11 de junho, a Copa Airlines completou um ano da rota que interliga sete

capitais brasileiras a Boston, por meio de rápidas conexões na Cidade do Panamá.

Com cerca de 70 frequências semanais para um dos mais antigos e importantes

destinos norte-americanos, a companhia aérea conquistou especialmente os

públicos corporativo e acadêmico.


A atração que a cidade exerce sobre estudantes e executivos é facilmente

explicada por uma dentre as suas inúmeras qualidades. É ali que estão grandes

empresas de tecnologia, do setor financeiro, novos negócios e diversos setores

da economia, orbitando em torno de duas das maiores universidades do mundo:

Harvard e Massachussets Institute of Technology (MIT).


As conexões práticas no Centro de Conexões das Américas, no Aeroporto

Internacional de Tocumen na Cidade do Panamá, também vêm despertando o crescente

interesse dos passageiros brasileiros. Além de terem as malas despachadas

diretamente para o destino final, os viajantes não precisam passar por imigração

e alfândega. A companhia aérea opera essas frequências com modernas aeronaves

Boeing 737-800 Next-Generation, com capacidade para 154 passageiros – 138 na

classe econômica e 16 na executiva. Para completar, os índices médios de

pontualidade da Copa Airlines superam os 90%, uma das melhores performances na

indústria da aviação mundial.


Em solo brasileiro, a companhia decola a partir de Belo Horizonte (MG), Brasília

(DF), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e São

Paulo (SP).​


Samantha Chuva


Panrotas

2/7/2014 14:23:00

Aeroportos brasileiros têm mais de 7,6 mi paxs na Copa


Os aeroportos brasileiros já receberam mais de 7,6 milhões de pessoas desde a

abertura da Copa do Mundo. Segundo dados da Secretaria de Aviação Civil, a média

de movimentação da segunda semana do Mundial aumentou de 471 mil viajantes para

487 mil pessoas. Até o final da competição, 3,1 milhões de estrangeiros e 600

mil brasileiros devem circular pelo País, de acordo com o Ministério do Turismo

(MTur).


Na véspera do jogo entre Brasil e Chile (26), pelas oitavas de final da Copa, o

movimento nos 20 principais aeroportos do País bateu um novo recorde: 528 mil

pessoas circulação. Desde o dia 12 de junho, o aeroporto de Guarulhos foi o

terminal que recebeu o maior índice de passageiros, com cerca de 123 mil em um

único dia, sendo sete mil em apenas uma hora, segundo dados da Secretaria de

Aviação Civil.


MEIO DE TRANSPORTE

Outros dados apresentados pelo MTur revelam que o avião é o principal meio de

transporte dos brasileiros atendendo 60,2% dos entrevistados que manifestaram

intenção positiva de viajar nos próximos seis meses. Entre as capitais

monitoradas pelo órgão, o destaque é Brasília, com 78,8% dos moradores

declarando intenção de utilizar avião. Na sequência estão as cidades de Belo

Horizonte (72,3%), Recife (65,7%) Salvador (62,5%), Porto Alegre (60,2%), São

Paulo (57,3%) e Rio de Janeiro (28,3%).


Rafael Carreira

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS