Página destinada a publicação de pesquisas acadêmicas relacionadas ao setor aeronáutico

O SNA não se responsabiliza pelas informações coletadas e/ou pelo conteúdo das pesquisas, que são de responsabilidade única de seus autores.


 

Questionário: Opinião dos usuários do SISCEAB sobre a eficiência do PBN RJ/SP

A pesquisa abaixo faz parte de programa de mestrado de um comandante do Grupo Especial de Inspeção em Voo, pela Universidade da Força Aérea, e visa a contribuir para os próximos projetos de reestruturação do espaço aéreo no Brasil.

O foco é estudar a influência da cultura organizacional de um órgão ATC em um Projeto PBN, no caso, a implantação do PBN nas TMA RJ e SP (SRPV SP), ocorrido em 12 de dezembro de 2013.

O questionário estará disponível até o dia 30 de junho 2016.

http://goo.gl/forms/kDEtaGOEf3TMtJD62

 


 

Em construção...

Um sindicato que fala mais alto por você.

 

A Primeira decolagem

A história do SNA começou em 14 de janeiro de 1942, quando um grupo de aeronautas fundou uma associação profissional. Doze dias depois, foi eleita e empossada a primeira diretoria. Estava fundada a Associação Profissional dos Aeronautas do Distrito Federal. Em 1947, o Sindicato estendeu a sua base para todo o território nacional e passou a se chamar Sindicato Nacional dos Aeronautas.

Nossa missão

Estar sempre ao lado do aeronauta, lutar sem medo e falar cada vez mais alto pelos direitos da categoria.

Nossa Visão

Fazer a relação do trabalhador com as companhias aéreas e entidades governamentais voar mais longe através de um trabalho transparente, inovador e imparcial.

Transparência! Inovação! Imparcialidade!

  • Contratos revistos e ajustados sempre
  • Informações e comunicação diária com o aeronauta
  • Cara nova em tudo e presença e atitude dentro da categoria
  • Representação e luta pelos direitos nos meios políticos e mídias
  • Julgamento de cada acontecimento com maturidade e honestidade
  • Posicionamento franco e forte perante os processos políticos

70 anos SNA

75 anos voando alto!

Desde esta época muitas conquistas foram alcançadas e os direitos dos aeronautas colocados acima de tudo: pagamento uniformizado de diárias, pagamento em dobro das horas voadas aos domingos, feriados e dias santificados, acomodação individual para todo o aeronauta que pernoitar fora da sua base contratual de serviço, garantia no retorno da licença previdenciária, garantia de emprego às vésperas da aposentadoria, garantia à aeronauta gestante, além de tantas outras vitórias que o sindicato e seus associados conseguiram juntos na última CCT para 2013/2014: folgas fixas anuais, diária de ceia, folga compensada, piso salarial para comandante, co-piloto e comissário, vale alimentação, assentos destinados a descanso de bordo, taxa de revalidação de certificados, período oposto, prazos durante sobreaviso, passe livre, melhores condições de escala.

Mas para que nossa categoria continue cada vez mais forte e rumo à um futuro seguro e justo é preciso voarmos todos na mesma direção. Enquanto as empresas insistirem em desrespeitar os direitos já adquiridos por seus funcionários e negando novos benefícios, a força do trabalhador aeronauta tem que falar mais alto. Afinal, só com vozes unidas conseguiremos mudar a rota das futuras negociações sobre nossos direitos sociais e econômicos.

A atuação internacional do SNA abrange fundamental participação em organizações internacionais interestatais e organizações internacionais não-governamentais relacionadas ao setor de aviação civil. As decisões e estratégias advindas destes organismos impactam diretamente e indiretamente na vida dos aeronautas brasileiros, razão pela qual é de extrema importância nossa atuação, com vistas à proteção de direitos trabalhistas e sociais, garantia do emprego, regulação da profissão, questões de segurança de voo e expansão de oportunidades profissionais.

Em nossa estratégia de atuação global, acompanhamos as negociações dos Estados no âmbito da ICAO (International Civil Aviation Organization), agência especializada da Organização das Nações Unidas para a aviação civil, inclusive participando das Delegações da IFALPA e ITF em reuniões e painéis deste organismo. No âmbito regional, atuamos junto à Comissão Latino Americana de Aviação Civil (CLAC).

Além disso, o SNA opera constantemente junto à IFALPA (Federação Internacional das Associações de Pilotos de Linha Aérea), que reúne mais de 100 mil pilotos e engenheiros de voo em quase 100 países em todo o mundo; atua junto à ITF (Federação Internacional de Sindicatos de Transportes), que reúne em torno de 700 sindicatos, representando mais de 16 milhões de trabalhadores de 150 países; e a Fespla (Federação de Sindicatos de Pilotos da América Latina), que reúne os sindicatos de pilotos da região e visa unir forças para a defesa dos direitos a nível regional.

Clique aqui e acesse nosso vídeo institucional

The international performance of the SNA covers fundamental participation in inter-state international organizations and international non-governmental organizations related to the civil aviation industry. The decisions and strategies resulting from these organizations have a direct and indirect impact on the lives of Brazilian pilots and cabin crew members, which is why our actions are extremely important, with a view to protecting rights, ensuring employment and expanding professional opportunities.

In our global strategy, we follow the negotiations of the States within the ICAO (International Civil Aviation Organization), a United Nations specialized agency, including participating in the IFALPA and ITF Delegations in meetings and panels of this organization. At the regional level, we work with the Latin American Civil Aviation Commission (CLAC).

In addition, SNA is constantly operating with international non-governmental organizations, being a member of IFALPA (International Federation of Airline Pilots’ Associations), which represents over 100,000 pilots and flight engineers in almost 100 countries world-wide; works with the ITF (International Federation of Transport Workers' Unions), which brings together around 700 trade unions, representing more than 16 million workers from 150 countries; and Fespla (Federation of Latin American Pilot Unions), which brings together the regional pilots' unions and aims to unite forces for the defense of rights at regional level.

Click here and access our institutional video

A Fespla tem como desafio a construção de um espaço para todos os trabalhadores, permitindo-nos ser protagonistas das mudanças que nos dizem respeito.

O lançamento da Federação é o resultado de um trabalho árduo realizado por meses, articulando posições e fazendo esforços para cumprir todos os requisitos administrativos. Hoje enfrentamos o desafio de garantir que todas as intenções que nos levam a fundar a Federação possam ser transformadas em ações concretas.

Temos diferentes idiossincrasias, diferentes histórias em nossos países e em nossos sindicatos, mas temos um presente e um futuro que nos une. Os processos que vivemos hoje não estão confinados a cada Estado latino-americano, mas a toda América Latina, o que justifica a adoção de uma lógica regional. Temos de aprender com as experiências passadas e agir com a convicção de que somente juntos podemos nos defender adequadamente.

Acesse o site da Flespa

Fespla has the challenge of building a space for all workers, which allows us to be protagonists of the changes that concern us.

The launch of the Federation is the result of hard work carried out for months articulating positions and making efforts for fulfill all administrative requirements. Today we face the challenge of ensuring that all the intentions that leads us to found the Federation to be transformed into concrete actions.

We have different idiosyncrasies, different stories in our countries and in our unions. But we have a present and a future that unite us. The processes which we live today are not confined to each State but adopt regional logic. We must learn from past experiences and act with the conviction that being only together can we defend.

ACCESS FLESPA HOMEPAGE

Missão:

Coordenar e apoiar as atividades da aviação civil para promover um transporte aéreo eficiente e de excelência na América Latina.

Visão:

Ser indispensável aos Estados Membros e referência em matéria de aviação civil para outros organismos internacionais.

Objetivos:

A Comissão Latino-americana de Aviação Civil (CLAC) é um Organismo Internacional que tem por objetivo prover às Autoridades de Aviação Civil dos Estados Membros uma estrutura adequada dentro da qual possa se discutir, planificar e gerir todas as medidas requeridas para a cooperação e coordenação das atividades de aviação civil e impulsionar o desenvolvimento eficiente, sustentável, seguro, protegido, ordenado e harmonizado do transporte aéreo latino-americano para benefício de todos seus usuários.

Objetivos presentes no Plano Estratégico 2016-2025

 

Misión:

Coordinar y apoyar las actividades de aviación civil para promover un transporte aéreo eficiente y de excelencia en Latinoamérica.

Visión:

Ser indispensable a los Estados miembros y referente en materia de aviación civil para otros organismos internacionales.

Objetivos:

La Comisión Latinoamericana de Aviación Civil (CLAC) es un Organismo Internacional que tiene por objetivo proveer a las Autoridades de Aviación Civil de los Estados miembros una estructura adecuada dentro de la cual puedan discutirse, planificarse y gestionarse todas las medidas requeridas para la cooperación y coordinación de las actividades de aviación civil e impulsar el desarrollo eficiente, sostenible, seguro, protegido, ordenado y armonizado del transporte aéreo latinoamericano para beneficio de todos sus usuarios.

Objetivos contenidos en el Plan Estratégico 2016-2025.

KEEP CALM

IT'S COMING SOON

This page is underconstruction and almost already!

Sed nam cursus velit pede ut sit vitae In proin porttitor. Volutpat ac sem adipiscing phasellus nibh pellentesque nibh enim arcu lorem. Tempor natoque pulvinar lacinia semper in auctor quam fringilla tortor id. Ut ut lacus arcu justo quis vitae congue dui lorem nam. Convallis turpis convallis nec lorem magna orci euismod velit pellentesque orci. Ornare nulla proin adipiscing.