A Latam informou por meio de um comunicado interno que vai adotar um novo procedimento para depósito da cash bag Mercado Latam em voos que pousarem no aeroporto de Congonhas. Segundo a empresa, o objetivo seria eliminar os extravios e perdas. 

O CF quando encerrar sua atividade em CGH deverá desembarcar com os envelopes lacrados de todas as etapas do dia, com os dados dos voos, e depositá-los no cofre que estará disponível no D.O. de CGH, no corredor de acesso à sala da gerência.

SNA já entrou em contato com a empresa para esclarecer o assunto, tendo sido informado de que se trata de projeto piloto em carater temporário.

Diante isso, o Sindicato Nacional dos Aeronautas orienta que os tripulantes gerenciem o horário de repouso, de forma que o descanso apenas iniciará após a entrega dos valores no D.O. E seguiremos acompanhando o caso.
Programa Decola BRApós a realização de assembleia em 18 de dezembro de 2018, em que os tripulantes se posicionaram contrários ao programa Decola BR, o SNA enviou ofício para dar ciência das deliberações à companhia. Veja a contraproposta formulada pela categoria na ocasião: https://bit.ly/2Cojsjc.

Nesta quinta-feira (17), o SNA entrou novamente em contato com a companhia para questionar a respeito de um posicionamento sobre essa demanda. A Latam se comprometeu a apresentar uma resposta até o final da próxima semana.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

A agência Pilot Movers fará roadshows para apresentar oportunidades no mercado chinês de aviação no Rio de Janeiro e em São Paulo em janeiro de 2019.

No Rio de janeiro, a apresentação será no dia 15, às 11h.

Em São Paulo, o evento será nos dias 16 e 17 de janeiro, sempre às 11h.

As oportunidades são para pilotos de B727, B777, B787, A320, A330 & A350, CRJ e E190.

Os eventos são abertos.

Mais informações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo site www.pilotmovers.com.

***************

Rio de Janeiro – 15/1/2019
Horário – 11h
Local – Sede do SNA
Av. Franklin Rosevelt, 194, Salas 802/803, Centro

São Paulo – 16/1/2019 e 17/1/2019
Horário – 11h
Local – Subsede do SNA
Rua Barão de Goiânia, 76, Congonhas

Em reunião realizada na quarta, 19/12/2018, o Sindicato Nacional dos Aeronautas deu continuidade às discussões com a Azul Linhas Aéreas para tratar de denúncias de tripulantes e para dar andamento às negociações de temas em aberto.

Durante o encontro foram abordados diversos temas, detalhados a seguir.

1. Tempo em solo além do permitido com deslocamento para hotel;
A Azul reiterou seu entendimento de que escala executada é tudo o que ocorre após a publicação, entendimento não compartilhado pelo SNA. Continuarão as tratativas para equalizar a questão, eventualmente com a celebração de acordo coletivo.

2. Apresentação de pilotos e comissários no Crewdesk com 10 minutos de diferença;
A companhia afirmou que a situação já foi regularizada e que tripulantes técnicos e de cabine devem se apresentar no mesmo horário no Crewdesk.

3. Instalações do Crewrest nos Despachos Operacionais de Viracopos e Confins;
A Azul informou que realizará visita técnica nos DOs de Viracopos e Confins para verificar os isolamentos acústicos nos dois locais. O SNA acompanhará a visita e acompanhará a questão até a resolução.

4. Assentos destinados ao descanso a bordo no voo de Lisboa;
A empresa informou que a questão já foi regularizada, com 8 (oito) assentos destinados ao descanso a bordo dos tripulantes de tripulação de revezamento. A empresa mencionou, ainda, que aumentará o reclino das poltronas de descanso dos comissários e que parametrizará as configurações das aeronaves para que todas tenham o mesmo número de assentos.

5. Dificuldades para utilização do serviço apanha (“vans”);
A Azul informou que verificará por qual motivo o chat deixou de funcionar, bem como se comprometeu a divulgar novamente o Procedimento Operacional Padrão – POP com as regras de solicitação e utilização do serviço apanha (“vans”).

6. Complementação do voo no retorno à base;
A companhia concorda que não pode exigir que o tripulante realize complementação de voo ou qualquer outra atividade ao final da viagem, por ocasião do retorno à base contratual, sendo facultada ao tripulante a aceitação, não cabendo qualquer tipo de penalidade em caso de recusa, nos termos do Art. 45, §4º da Lei 13.475/17.

7. Alteração do horário de folga;
A Azul informou que analisará internamente a questão e está tentando parametrizar o sistema para que as alterações de escalas sejam elaboradas considerando a regra de que o início da folga não pode ser alterado. 

8. Novo portal da escala;
A Azul informou que a implementação do novo portal está atrasada e que deverá ocorrer em meados de fevereiro de 2019. Afirma que isso resolverá algumas dificuldades que são encontradas no sistema atual, como o não aparecimento do banner com os motivos de alteração e os dias ocultos na escala, entre outros.

9. Descanso adicional no cruzamento de 3 (três) ou mais fusos horários;
A empresa diz que na escalas publicadas, a partir de fevereiro/19, nos casos de cruzamento de 3 (três) ou mais fusos horários no mesmo sentido da viagem, aplicará o disposto no Art. 49 da Lei 13.475/17, que determina que sejam acrescidas 2 (duas) horas ao repouso do tripulante por cada fuso cruzado. Para o mês de janeiro/19, devido a escala já ter sido publicada, os tripulantes que estiverem nesta situação deverão contatar a escala para os ajustes necessários.

10. Reservas em hotéis;
A Azul entende que pode ser realizada reserva em hotel e afirma que irá que apurar quais são os locais onde essa situação ocorre com maior frequência para estudar uma forma de comprovar o horário de apresentação do tripulante.

11. Envio de SMS fora do horário comercial;
O SNA reiterou pedido para que a Azul não faça envio de SMS nos períodos de repouso, folga e férias.

12. Fornecimento de refeição a bordo das aeronaves em dias de checks de carteira;

A Azul informou que regularizará a questão e fornecerá a alimentação, conforme o disposto no Art. 64 da Lei 13.475/17.

13. Remuneração dos comissários checadores;
A companhia afirmou que segue sua política de remuneração e se colocou à disposição para esclarecer eventuais questionamentos dos tripulantes sobre o tema.

14. Voos Azur;
Informou que os comissários da empresa não realizam funções de aeronauta, apenas atuam de modo a interagir com o passageiro, não compondo tripulação.

15. Cartão de diárias internacionais.
Afirmou que irá verificar se há possibilidade de devolver os valores não utilizados aos aeronautas, no caso de vencimento do cartão, uma vez que há implicações de questões fiscais, que caracterizam tais valores como remuneração, após 90 dias, o que ensejaria tributação de imposto de renda.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

A Smile Aviation estará na subsede São Paulo do SNA até o dia 21 de dezembro e entre os dias 26 e 28 de dezembro para tirar dúvidas de tripulantes sobre oportunidades de emprego no mercado chinês de aviação.

No dia 20/12, a partir das 10h, haverá workshop específico sobre o assunto, no auditório da subsede.

O SNA também está trabalhando para, nos próximos meses, trazer empresas chinesas para recrutamento no Brasil. 

O objetivo, neste momento, é apresentar as empresas e o ambiente de trabalho na China, tirar todas as dúvidas possíveis e mostrar quais são os obstáculos e cuidados que é necessário ter.

Lembramos ainda que o SNA vem fazendo contato com empresas aéreas e de recrutamento estrangeiras durante todo o ano e que já trouxe várias oportunidades ao Brasil.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para a divulgação de recrutamento de  empresas e novas oportunidades.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770

seminario smile aviation

A Smile Aviation estará na subsede São Paulo do SNA entre os dias 17 e 21 de dezembro e entre os dias 26 e 28 de dezembro para tirar dúvidas de tripulantes sobre oportunidades de emprego no mercado chinês de aviação.

No dia 20/12, a partir das 10h, haverá workshop específico sobre o assunto, no auditório da subsede.

O SNA também está trabalhando para, nos próximos meses, trazer empresas chinesas para recrutamento no Brasil. 

O objetivo, neste momento, é apresentar as empresas e o ambiente de trabalho na China, tirar todas as dúvidas possíveis e mostrar quais são os obstáculos e cuidados que é necessário ter.

Lembramos ainda que o SNA vem fazendo contato com empresas aéreas e de recrutamento estrangeiras durante todo o ano e que já trouxe várias oportunidades ao Brasil.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para a divulgação de recrutamento de  empresas e novas oportunidades.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770  

Smile Aviation

Tendo em vista os recentes acontecimentos com empresas brasileiras, o SNA tem organizado a vinda de empresas estrangeiras e vai ceder espaço na subsede São Paulo, a partir da próxima terça-feira, dia 18 de dezembro, para empresas chinesas que irão oferecer vagas de trabalho para tripulantes brasileiros.

O objetivo principal do SNA é possibilitar recolocação para aqueles que necessitam, porém o evento é aberto para todos.

Lembramos que o SNA vem fazendo contato com empresas aéreas e de recrutamento estrangeiras durante todo o ano e que já trouxe várias oportunidades ao Brasil.

Em breve, outras empresas com os quais o SNA já está em contato deverão abrir mais processos seletivos no Brasil.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para a divulgação dos detalhes sobre o recrutamento das empresas chinesas a partir do dia 18 e para a eventual divulgação de novas oportunidades.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770

Diante das informações publicadas na imprensa de que a Avianca Brasil estaria endividada e de que poderia inclusive perder aviões na Justiça, o Sindicato Nacional dos Aeronautas informa a categoria que está acompanhando o caso de perto, de forma a fazer a defesa dos empregos dos tripulantes.

O SNA inclusive já entrou em contato com a companhia para obter mais informações e poder atuar caso seja necessário.

Em nota divulgada nesta quinta-feira (6), a Avianca afirma que não está em recuperação judicial e que sua operação não foi e nem será impactada. A empresa também afirma que “é natural e previsto que todas as empresas busquem otimizar a gestão de seus recursos da melhor forma possível, o que inclui a adequação de frota à demanda de passageiros”.

Mais uma vez, o SNA ressalta que continuará acompanhando o caso de perto.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para eventuais novidades.

O SNA finalizou nesta segunda-feira (3) mais um ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) para instrutores de voo, desta vez para o Aeroclube de Votuporanga, no interior de São Paulo, após aprovação dos termos pelos trabalhadores.

Com isso, o sindicato dá prosseguimento à busca pela regularização dos contratos de trabalho dos instrutores de voo de todo o Brasil.

O acordo, o 38º fechado em todo o país, reafirma a condição desses profissionais de aviação como pilotos de aeronaves, conforme estipula a Lei 13.475/17, assim representados pelo SNA, e prevê, entre outras coisas:

- Remuneração mínima fixa e adicional por hora de voo;
 - Férias e 13º salário;
- Diária de Alimentação;
- Seguro de vida;
- Adicional noturno e de periculosidade;
- Limites de jornada de trabalho e de horas de voo;
- Repouso mínimo e garantia mínima de oito folgas mensais;
- Garantia de emprego aos acidentados;
- Dispensa para realização de exames médicos;
- Custeio de revalidações de CMA e CHT;
- Vale-transporte;
- Auxílio Transporte.

O SNA ressalta que continuará trabalhando para a regularização dos contratos de trabalho em todos os aeroclubes e escolas de aviação do Brasil.

Confira a lista de aeroclubes e escolas recomendados pelo SNA para o ensino prático de pilotos e que já regularizaram os contratos de trabalho: https://goo.gl/9G64Dg.

Lembramos, por fim, que os aeronautas podem e devem denunciar quaisquer irregularidades por meio do e-mail do Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Contamos com a participação de todos.

O SNA voltou a se reunir com a direção da Avianca na segunda-feira (26) para tratar de diversas demandas dos tripulantes. Entre os temas discutidos estavam férias fracionadas, passe livre, uniformes, repouso regulamentar e cursos não publicados em escala.

Confira no link a seguir o posicionamento da companhia sobre cada um dos itens: https://bit.ly/2E0FziZ.

A companhia se comprometeu a responder sobre os itens pendentes ao SNA até o dia 11 de dezembro.

O sindicato recomenda que os aeronautas acompanhem cada um dos assuntos no dia a dia e que reportem ao SNA eventuais desconformidades constatadas.

Fiquem atentos aos meios de comunicação do SNA para novidades sobre o assunto.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Após a Justiça ter julgado improcedente a ação em que busca-se cobrar da VRG Linhas Aéreas (Gol) o pagamento do DSR (Descanso Semanal Remunerado) na parcela variável da remuneração, o SNA opôs embargos de declaração para sanar omissões, contradições e obscuridades nos julgados.

O juízo acolheu o pedido considerando que VRG Linhas aéreas S.A e GOL Linhas Aéreas Inteligentes formam um grupo econômico, mas julgou improcedente o pedido de gratuidade da justiça.

No entanto, o juízo já havia considerado improcedente o mérito da ação, conforme decisão que havia sido dada no 16 de abril de 2018. Sendo assim, a responsabilidade solidária das empresas, por ser um pedido acessório, fica prejudicada.

Desta forma, o acolhimento dos embargos não tem efeito prático.

O sindicato aguarda ser publicada de fato a decisão dos embargos de declaração para que, posteriormente, seja interposto recurso ordinário a fim de se obter reforma da decisão, conforme art. 893 da CLT, em busca de garantir esse direito aos tripulantes da companhia.

O SNA entende que o DSR deve ser pago levando-se em consideração a íntegra da remuneração dos aeronautas, ou seja, tanto sobre a parte fixa como sobre a parte variável do salário.

Ressaltamos que o laudo do perito judicial, juntado aos autos após realização de perícia requerida pelo SNA e autorizada pelo Juízo, comprovou que não havia pagamento do DSR sobre as parcelas variáveis após a 54ª hora de voo, conforme apontado pelo SNA.

Além disso, ações individuais semelhantes contra a Gol tiveram decisões favoráveis à demanda dos tripulantes.

O sindicato, desta forma, reafirma que continuará empenhado em obter êxito na ação e trará novas informações conforme o desenrolar do processo.

O Sindicato Nacional dos Aeronautas recebeu nesta semana, em São Paulo, a visita do deputado federal eleito Coronel Tadeu (PSL-SP) para discutir temas de interesse de pilotos e comissários que deverão entrar na pauta do Congresso Nacional na próxima legislatura, bem como assuntos relacionados à agência regulatória.

O deputado Coronel Tadeu, que é piloto de helicóptero e atuou no segmento de off-shore, além de ser tenente-coronel da PMESP, bacharel em direito e mestre em ciências policiais, demonstrou bastante interesse em abraçar as causas da categoria.

Foram discutidos temas como regulação do setor e da profissão, questões trabalhistas e legislação específica, que em última análise contribuem para segurança no transporte aéreo.

O recém-eleito deputado apoia a FPAer (Frente Parlamentar dos Aeronautas), uma bancada suprapartidária que tem como objetivo dar suporte e celeridade às questões e projetos que envolvem interesses dos aeronautas e da sociedade como um todo.

Lembramos que o SNA tem atuado cada vez mais junto aos parlamentares em Brasília, sempre buscando defender os direitos e interesses dos tripulantes e, desta forma,  agradece ao deputado Coronel Tadeu pela visita.

WhatsApp Image 2018 11 05 at 17.42.13

O Sindicato Nacional dos Aeronautas realizou nesta quarta-feira (31) a primeira reunião para negociação de fato da renovação da CCT da aviação regular para 2018/2019 com o Snea (Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias).

A pauta de reivindicações dos aeronautas foi debatida, mas o sindicato patronal ainda não apresentou uma posição formal a respeito dos pedidos da categoria.

As empresas, por outro lado, assumiram compromisso com o SNA de garantir a data-base de 1º de dezembro, ou seja, mesmo que eventualmente a assinatura da nova CCT venha a ser feita após essa data, seus efeitos serão retroativos a 1º de dezembro de 2018.

Na próxima quarta-feira (7/11), será realizada a segunda reunião, e o SNA espera que os entendimentos entre as partes possam evoluir da melhor forma possível.

Lembramos que a pauta de reivindicações foi definida e aprovada pela categoria em assembleia realizada no dia 12 de setembro —e entregue ao Snea no dia seguinte. 

Clique para ver a pauta de reivindicações completa e detalhada dos aeronautas: https://bit.ly/2oZBq5o.

Clique para ver a pauta preliminar das empresas: https://bit.ly/2p6rPty.

Pilotos e comissários deliberaram por pedir reajuste baseado no INPC acrescido de 2% a título de ganho real nas cláusulas econômicas, incluindo salários, pisos, diárias de alimentação (exceto internacionais que o pedido foi maior), vale alimentação e seguro de vida. 

Mais uma vez, o SNA espera que as conversas com o sindicato patronal evoluam da melhor forma possível para que possamos chegar a um acordo antes da data-base. 

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação e participem de todas as deliberações.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770