A FAA (Federal Aviation Administration), entidade governamental dos Estados Unidos responsável pelos regulamentos da aviação civil no país, lançou recentemente um vídeo informativo sobre pousos em pistas erradas. 

A entidade alerta para o quão perigoso pode ser um pouso em pista incorreta e ressalta que esses eventos que ocorrem em taxa alarmante.

Em julho de 2017 um Airbus A320 da Air Canada quase pousou erroneamente em uma das pistas de taxiamento do aeroporto de São Francisco, onde havia quatro aeronaves. O incidente poderia ter ocasionado uma colisão entre esses aviões, assim como ocorreu em Tenerife (ESP), em 1977 —no caso de 2017, os controladores alertarem os pilotos sobre o perigo e evitaram um incidente.

Os dados da FAA mostram que 85% dos pousos em pistas incorretas envolvem aeronaves da aviação geral e que 89% dos eventos ocorrem durante o dia e em condições de voo visual. 

A configuração das pistas nos aeroportos e as condições externas durante o voo são aspectos de grande influência, podendo gerar confusões até para pilotos experientes.

A comunicação deve ser eficiente e se dar de maneira clara entre controlador e piloto. É importante seguir as orientações da torre, ainda que o piloto sinta-se convicto do que deve fazer.

Jamais hesite em consultar o controle de tráfego e não se esqueça: na dúvida, arremeta!

Vídeo publicado pela FAA: https://bit.ly/2LUZaFE

Uma das maiores vitórias da história da categoria acaba de completar um ano. No dia 12 de junho de 2017, após seis anos de tramitação no Congresso Nacional, ocorreu a aprovação final da Nova Lei do Aeronauta, por unanimidade, em votação no plenário do Senado Federal. 

O texto foi então encaminhado para sanção presidencial e a lei 13.475/17 entrou em vigor alguns meses depois, no dia 27 de novembro.

Esta foi a maior conquista para pilotos e comissários em décadas, já que a regulamentação dos aeronautas era a mesma havia mais de 30 anos. Foi uma forma de garantir em lei melhorias substanciais nas condições de trabalho. 

O SNA comemora especialmente a data da aprovação final da lei devido ao esforço de anos de trabalho de seus diretores junto aos parlamentares —sempre apoiados pela categoria.

Parabéns a todos que aqueles que se dedicaram, que foram a Brasília para cada votação, que acreditaram. Sem a participação de cada um, esta conquista não teria sido possível.

Veja a íntegra da lei 13.475/17: https://bit.ly/2zBtmzO

Conheça as principais novidades para aviação regular: https://bit.ly/2mgu2ky

Conheça as principais novidades para táxi aéreo: https://bit.ly/2NfBfN9 

aprovacao lei aeronauta

Atendendo ao recurso do Sindicato Nacional dos Aeronautas, a 4ª Câmara Cível do TJRJ determinou a realização da Assembleia Geral de Credores (AGC), para deliberar sobre a constituição de Comitê de Credores da Varig.

Conforme previsto no artigo 27 da Lei de Falências e Recuperações Judiciais (Lei 11.101/05), esse comitê pode auxiliar o administrador judicial, zelar pelo bom andamento do processo, emitir comunicações ao Juízo, dentre outros.

A constituição do comitê de credores e seus representantes será decidida nesta assembleia, onde todo e qualquer credor trabalhista poderá votar, de acordo com seus créditos. O sindicato representará todos os aeronautas não presentes, votando pelos eleitos na assembleia realizada no dia 5 de abril pelo grupo. Veja mais detalhes aqui

Na decisão do dia 9 de julho, os desembargadores reconheceram a legitimidade processual do SNA em postular e votar em nome dos credores aeronautas, os maiores credores trabalhistas.

Histórico
Nos autos do Processo de Falência da Viação Aérea Rio Grandense, que tramita na 1ª Vara Empresarial da Capital, no Rio de Janeiro, foi requerido pelo SNA a convocação de Assembleia Geral de Credores para deliberar a criação de um novo Comitê.

Na época, o Juízo entendeu que a existência de um comitê não era obrigatória e que o pedido não havia sido formulado pela totalidade dos membros, motivo pelo qual indeferiu o pedido realizado pelo SNA.

Neste passo, o SNA interpôs Agravo de Instrumento, buscando a reforma dessa decisão.

No dia 9 de julho, foi proferida a decisão, reformando a anterior e determinando que fosse convocada a devida Assembleia Geral de Credores.

Vamos aguardar os próximos desdobramentos para convocação da referida assembleia que discutirá e deliberará pela formação do Comitê de Credores.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para as próximas novidades sobre o caso.

Venha conhecer mais de perto o trabalho do SNA. Participe conosco desta história.
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770

A empresa de carga Uni-top Airlines, com bases nas cidades chinesas Shenzhen, Wuhan, Kunming e Wuxi, está expandindo sua malha aérea e pretende contratar Comandantes de aeronaves B747-400. 
 
Os interessados devem enviar um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..
 
Para informações sobre proposta de contratos, clique aqui. Para mais detalhes sobre a seleção, aqui.
 
O SNA não tem responsabilidade pelos termos do contrato apresentado, que é de inteira responsabilidade da empresa, e apenas repassa as informações das vagas disponíveis.

No dia 30 de maio, o Sindicato Nacional dos Aeronautas firmou um acordo de cooperação com a Associação Internacional de Pilotos de Linha Aérea (Alpa) - Comissão da DELTA (Delta MEC), representante dos pilotos da empresa estadunidense Delta Air Lines.

Neste acordo, os pilotos da Gol e da Delta concordam em desenvolver uma estratégia comum para proteger os interesses profissionais dos aeronautas. Como as duas companhias têm ampliado o relacionamento entre elas, é necessário um estreitamento das relações também entre os tripulantes. Essa aliança pode ter efeitos significativos a longo prazo nos pilotos de ambas as empresas.

Os dois sindicatos concordam em buscar provisões para que, em casos de greve, as companhias aéreas não possam exigir que os pilotos executem o trabalho normalmente feito pelos pilotos da outra companhia aérea. 
Para promover os objetivos gerais deste pacto, um grupo de trabalho será estabelecido.

Além da agenda de reuniões, que também contou com a participação da Asagol, foram visitadas também as instalações da Gol - a quem agradecemos a disponibilidade, com apresentação do setores de operações.

Em novembro o SNA pretende ir até Atlanta, sede da Alpa (Delta MEC), nos Estados Unidos, para dar continuidade aos compromissos ora firmados.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Leia o acordo completo aqui

Os tripulantes da Avianca participaram de reuniões nas sedes do Sindicato Nacional dos Aeronautas, em São Paulo e Rio de Janeiro, realizadas nos dias 20 e 21 de junho respectivamente, para compartilhar com o sindicato as demandas do grupo.

Diversos assuntos foram trazidos pelos aeronautas e serão encaminhados para a empresa, dentre eles o processo de conversão do modelo de remuneração de quilômetro para hora, assunto que tem despertado apreensão dos associados por causa da demora na resolução.

Os tripulantes aceitaram prorrogação de prazo para a deliberação da conversão km/h até o final de julho – o que demonstra maturidade para a busca de uma solução consensual. Desta forma o grupo aguarda uma proposta que possa ser avaliada com maior brevidade possível, para que os prazos aprovados na última assembleia sejam cumpridos. Reiteramos que o papel do SNA neste processo é o de garantir que não ocorram perdas salariais para os tripulantes na conversão.

Também foram atualizados todos os status dos processos judiciais contra a Avianca, a saber: transferência de base, diárias de alimentação Guarulhos/Cidade do México, dispensa médica, pagamento do DSR e redução salarial.

Aproveitamos a oportunidade para coletar dos participantes informações gerais do dia-a-dia dos aeronautas da Avianca, como problemas no pagamento do vale alimentação na volta das férias; cursos online que não são publicados na escala; condições precárias do D.O. de Guarulhos; possibilidade dos comissários do A330 receberem gratificação pelo equipamento; não observação do prazo de 45 dias de antecedência para informar sobre a concessão das férias; problemas relacionados aos uniformes; problemas com o Passe Livre ( não está sendo possível antecipar e postergar o passe no portão de embarque); instrutores de simulador ficam fora de base por tempo superior à previsão legal; dentre outros.

Estamos empenhados em levar à Avianca uma “Agenda Positiva” para melhoria dos processos internos que desagradam os tripulantes, pela burocracia e dificuldade. Importante que os tripulantes subsidiem o SNA com informações e documentos para auxiliar na correção dos problemas. O sigilo é absoluto.

Histórico do Km/Hora

Até o momento o SNA já teve 11 encontros com a Avianca e, após apresentação da proposta inicial da empresa na AGE do dia 26/04/20158, foi disponibilizado o simulador de conversão para que os aeronautas pudessem avaliar o impacto em sua remuneração.

Durante a utilização do simulador foram constatadas algumas inconsistências na ferramenta, repassadas para a Avianca, que se comprometeu a realizar os devidos ajustes, bem como estudar pontos controversos da proposta.

Veja mais detalhes aqui

 

Venha conhecer mais de perto o trabalho do SNA. Participe conosco desta história.

Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se 

Via Whatsapp: 21 98702-6770

A Latam irá requerer um pedido de mediação junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT) nesta quinta-feira (21), para buscar uma solução da negociação de conversão do modelo de remuneração.

A empresa alega que a contraproposta feita pela categoria impactaria em um aumento de custo, e a mediação do MPT visa o avanço do processo negocial e a transparência.

O Sindicato Nacional dos Aeronautas aguarda o acolhimento pelo MPT do pedido da empresa para retomar a negociação e informa ainda que qualquer proposta precisa de aprovação assemblear.

Clique para ver qual era contraproposta dos tripulantes: https://bit.ly/2s3EKOy.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

A direção da Latam informa que irá apresentar uma nova proposta sobre a conversão do km/hora nesta quarta-feira, dia 20 de junho.

Após a análise técnica, o SNA vai convocar uma assembleia para deliberação da categoria.

Ressaltamos mais uma vez que o objetivo do sindicato é garantir que a conversão seja feita sem nenhum tipo de perda salarial para pilotos e comissários.

Clique para ver qual era contraproposta dos tripulantes: https://bit.ly/2s3EKOy.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O Sindicato Nacional dos Aeronautas promoveu no primeiro semestre o SNA Academia nas cidades de Belo Horizonte/MG, Bauru/SP e Porto Alegre/RS.

Estudantes do curso de Ciências Aeronáuticas e novos e futuros profissionais da aviação asssistiram às palestras e tiveram uma melhor perspectiva da profissão e da importância da sindicalização.

Temas mais sensíveis e atuantes do SNA, como últimas conquistas, crescimento de associados na atual gestão, alternância de diretoria, saúde do aeronauta e Nova Lei do Aeronauta foram discutidos durante o evento.

O SNA Academia é realizado em parceria com as coordenadorias pedagógicas dos cursos de formação da categoria e pretende estreitar a relação do sindicato com os futuros aeronautas.

ITE BAURU SP 2

Veja mais fotos do evento: https://bit.ly/2MsQaEr .

Para levar o SNA Academia para sua faculdade, ligue para (11) 5090-1043 ou envie um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. .

 

O Sindicato Nacional dos Aeronautas aproveitou sua participação na 107ª Conferência Internacional do Trabalho, que está sendo realizada pela OIT (Organização Internacional do Trabalho), em Genebra, na Suíça, para, em conjunto com a Fentac, protocolar uma denúncia contra o Estado brasileiro sobre políticas antissindicais.

Ocorre que, amparado pelas leis brasileiras, o Snea (Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias) interpelou judicialmente o SNA pleiteando que sejam indicados apenas sete diretores e sete suplentes para fazer jus à estabilidade provisória prevista na CLT.

O SNA entende que os artigos 522 e 543, §3, da CLT, e a Súmula 368, III, do TST, que, em conjunto, delimitam a proteção legal a apenas sete dirigentes sindicais e sete suplentes por sindicato, viola as Convenções 87, 98, 135 da OIT, que tratam sobre a liberdade sindical, a defesa do direito de sindicalização e sobre a proteção a representantes dos trabalhadores.

O SNA tem abrangência nacional e, desta forma, representa cerca de 40 mil trabalhadores nos 26 Estados da Federação mais o Distrito Federal. Assim, há evidente necessidade de um número muito maior de dirigentes —44 foram eleitos na última eleição. 

Porém, aplicando-se as normas estabelecidas, conforme pede o Snea, a maior parte deles ficaria sem a devida proteção legal e, consequentemente, sem liberdade para atuar em defesa da categoria. 

O SNA enviou ofício ao setor de segurança do Aeroporto de Guarulhos solicitando a regularização dos procedimentos adotados pelo Terminal 1, para que os aeronautas passem a utilizar o embarque exclusivo da tripulação, independentemente de portarem cartão de embarque.

O sindicato recebeu denúncias de que os aeronautas da Avianca, Latam e Gol, quando da utilização do Passe Livre, estão tendo dificuldades em entrar no setor de embarque pelo Terminal 1 quando não possuem o cartão de embarque.  

Recentemente, já havia sido enviado ofício relativo a situação semelhante no Terminal 2, em que os aeronautas da Azul estavam tendo dificuldade em usufruir do embarque exclusivo no Terminal 2, sob justificativa de que naquele terminal não existem voos da companhia.

Ocorre que o Passe Livre é concedido pelas empresas de linha aérea regular aos tripulantes empregados de todas as companhias. 

A Resolução 207 da Anac, no item “autorização para tripulantes”, também prevê que os tripulantes podem ser incluídos como pessoas autorizadas.

Por fim, dentre as regras de utilização do Passe Livre, não há a obrigatoriedade do cartão de embarque, de modo que os tripulantes, devidamente uniformizados e identificados, podem ter total acesso ao setor de embarque, independentemente deste documento, sendo este o procedimento adotado por todos os aeroportos do país.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770 

O SNA finalizou na quinta-feira (24) mais um ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) para instrutores de voo, desta vez para o Aeroclube de Bauru, no interior do estado de São Paulo, após aprovação dos termos pelos trabalhadores.

Com isso, o sindicato dá prosseguimento à busca pela regularização dos contratos de trabalho dos instrutores de voo de todo o Brasil.

O acordo, o 28º fechado em todo o país, reafirma a condição desses profissionais de aviação como pilotos de aeronaves, conforme estipula a Lei 13.475/17, assim representados pelo SNA, e prevê, entre outras coisas:

- Remuneração mínima fixa e adicional por hora;
- Adicional noturno e de periculosidade;
- Vale alimentação;
- Seguro de vida;
- Limites de jornada de trabalho e de horas de voo;
- Repouso mínimo e garantia mínima de oito folgas mensais;
- Garantia de emprego aos acidentados;
- Dispensa para realização de exames médicos
- Custeio de revalidações de CMA e CHT;
- Vale-transporte.

O SNA ressalta que continuará trabalhando para a regularização dos contratos de trabalho em todos os aeroclubes e escolas de aviação do Brasil.

Confira a lista de aeroclubes e escolas recomendados pelo SNA para o ensino prático de pilotos e que já regularizaram os contratos de trabalho: https://goo.gl/9G64Dg.

Lembramos por fim que os aeronautas podem e devem denunciar quaisquer irregularidades por meio do e-mail do Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Contamos com a participação de todos.