Em Montréal, SNA se posiciona contra projeto que abre transporte aéreo internacional

Fonte
  • Menor Pequena Medium Grande Maior
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

O Sindicato Nacional dos Aeronautas e a Fentac, representados pelo comandante Osvaldo Neto, também vice-presidente executivo da Ifalpa (Federação Internacional das Associações de Pilotos), estão presente em Montréal, no Canadá, onde participam da reunião do grupo Air Transport Regulation Panel, organizado pela Icao (Organização da Aviação Civil Internacional).

Na terça-feira (1º), tanto o SNA como a Fespla e a Ifalpa, além da ITF (Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes) e de sindicatos de pilotos como a Apla (Argentina), representanda por Daniel Bianco, voltaram a rechaçar o projeto da Icao sobre liberação do transporte aéreo internacional, prática denominada como Bandeira de Conveniência.

É consenso entre as partes citadas que é necessário um debate mais amplo em diversos âmbitos e estudos que analisem os riscos e os impactos desse tipo de abertura, garantindo proteções claras aos trabalhadores e ao mercado de aviação regional nos diferentes países.

A proposta de Acordo Multilateral de Serviços Aéreos que está sendo discutida em Montréal tem objetivo de liberalizar totalmente o aceso a mercados de transporte aéreo internacional de passageiros e carga, permitindo total abertura do limite de capital estrangeiro e controle das companhias aéreas.

O SNA continuará trabalhando para que os aeronautas de hoje e das próximas gerações não sejam prejudicados por um projeto que abre espaço para a precarização das condições de trabalho dos tripulantes, diminuição de postos de trabalho, diminuição das garantias aos passageiros —e que além de tudo põe em risco os mercados locais de aviação.

Em nome da soberania nacional e da preservação de um mercado estratégico para o Brasil, assim como da preservação das economias dos países vizinhos e de seus próprios mercados de aviação, o SNA se posiciona contrário às propostas da Icao.

Ressaltamos que o tema, que também é pauta de projetos de lei que tramitam no Congresso brasileiro, já vem sendo tratado em diferentes frentes pelo SNA junto às autoridades nacionais e que o sindicato continuará atuando para resguardar a categoria e o país de possíveis impactos irreversíveis para toda a aviação.

Clique abaixo para ver nota sobre posicionamento da Fespla:

http://www.aeronautas.org.br/fespla-rechaca-projeto-sobre-liberacao-do-transporte-aereo-internacional/

neto_icao_canadaneto_icao_canada2

Daniel Bianco e Osvaldo Neto

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS