Pilotos e comissários farão greve a partir de 3 de fevereiro

Fonte
  • Menor Pequena Medium Grande Maior
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

O Sindicato Nacional dos Aeronautas informa à sociedade que, em assembleia realizada nesta sexta-feira (29), em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre e Campinas, pilotos e comissários de voo decidiram exercer seu direito de greve e farão paralisação parcial das atividades aéreas no país a partir do dia 3 de fevereiro.

A paralisação será realizada das 6h às 8h da manhã nos aeroportos de Congonhas, Guarulhos, Santos Dumont, Galeão, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Brasília, Salvador, Recife e Fortaleza.

A categoria reivindica unicamente reajuste salarial que contemple a  reposição da inflação no período de 1º de dezembro de 2014 a 1º de dezembro de 2015, ou seja, 11% de reajuste retroativo à data-base de 1º de dezembro de 2015.

A última proposta das empresas aéreas, negada pela assembleia, oferecia reajustes parcelados (3% em fevereiro de 2016, 2% em junho e 6% em novembro). Ou seja, os reajustes não seriam retroativos e só seriam finalizados já às vésperas do vencimento de mais uma data-base, deixando a categoria sem reposição da inflação.

Também foi deliberado que a paralisação poderá ser suspensa pela categoria caso as empresas decidam oferecer, com prazo de até 12 horas antes do início do movimento paredista (18h do dia 2 de fevereiro), os 11% reivindicados, desde que retroativos a 1 de dezembro de 2015.

"Lamentamos ter que fazer uma paralisação por tão pouco, mas a categoria não pode ficar sem a reposição da inflação. Nós contamos com o bom senso das empresas aéreas para que transtornos sejam evitados", disse o presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas, comandante Adriano Castanho.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS