Para facilitar ainda mais a vida dos associados, agora é possível fazer adesão ao curso on-line de inglês oferecido pelo SNA de forma totalmente remota e on-line.

Basta acessar o Portal do Associado (com login e senha) e clicar em “Serviços SNA” e depois em “Loja de Serviços”. Acesse: https://portal.aeronautas.org.br

As mensalidades são de apenas R$ 50 mensais.

Saiba mais:

Com duração de um ano, os cursos (um para pilotos e outro para comissários) têm o objetivo de aprimorar e capacitar o aeronauta na língua estrangeira, com enfoque na aprovação da avaliação de Proficiência Linguística da ICAO para os pilotos, assim como dar treinamento técnico e boa desenvoltura em entrevistas de emprego em empresas estrangeiras. 

Sob coordenação da professora Aline Chelfo, especialista em inglês aeronáutico, os matriculados terão acesso a provas simuladas, material de estudos em PDF, exercícios extras, aulas ao vivo semanais via streaming, plantão de dúvidas e suporte ilimitado prestado pela equipe de educadores da plataforma.

As aulas são transmitidas pela internet, e os alunos podem assistir ao conteúdo quantas vezes desejarem pelo prazo de 12 meses, a contar da data de matrícula.

Cursos de inglês do SNA para comissários e pilotos
Duração: 12 meses 
Valor: R$ 50 por mês (R$ 600 no total)
Formas de pagamento: à vista (R$ 600), 12x de R$ 50 no boleto/DDA (débito direto autorizado) ou em até 3 vezes no cartão de crédito.
Público: pilotos (Curso ICAO na Proa) e comissários (Curso Inglês a Bordo)

Matrículas abertas! 

Tel.: (11) 5090-5100 (Ramal 1081)
WhatsApp: (11) 98687-0052
E-mail: icao.treinamento@aeronautas.org.br
Horário de atendimento: de segunda a sexta, das 9h às 18h 

O SNA participou nesta quinta-feira (15) da segunda reunião com a Gol Linhas Aéreas para o desenvolvimento de um plano de carreira para os tripulantes e levou à companhia diversas sugestões enviadas pelos aeronautas.

O encontro teve a presença do representante sindical comandante Rodrigo Spader e do departamento jurídico do SNA, além dos tripulantes sorteados pela Gol para auxiliar na construção do plano. São eles: o comandante Robert Alexander, o copiloto Thiago Abdala, a chefe de cabine Rejane Aparecida e o comissário Gabriel Pronin.  

Tanto os tripulantes como o SNA ressaltaram que a categoria anseia, através do plano, reconhecimento financeiro e social e crescimento profissional, especialmente para aqueles que estão há mais tempo na empresa.

Foram debatidos exemplos de como este reconhecimento poderia ser feito, com a Gol se comprometendo a estudar os pontos apresentados.

Por parte da companhia, participaram representantes dos departamentos de Gente e Cultura, Jurídico, Operações e Comunicação Interna.

A próxima reunião está marcada para o dia 21 de agosto, quando  a empresa apresentará uma estrutura inicial para o plano.

Lembramos mais uma vez que a participação do grupo é essencial. Para aqueles que desejam dar sugestões e tirar dúvidas, o SNA disponibiliza um e-mail específico: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Fiquem atentos a nossos meios de comunicação para novidades sobre o tema.  

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

O deputado Lucas Gonzalez (NOVO/MG) apresentou, nesta quarta-feira (14), parecer contrário ao Projeto de Lei 1458/2015 na CVT (Comissão de Viação e Transportes).

Este projeto de lei trata da obrigatoriedade de instalação de câmeras de vídeo em aeronaves comerciais —está apensado a ele outro projeto, o PL 2602/2015, que trata especificamente da obrigatoriedade de instalação de câmeras de vídeo nas cabines de comando das aeronaves.

Ainda não há data para que o parecer do relator seja levado a votação na CVT, mas caso a comissão acompanhe o voto de Gonzalez pela rejeição do projeto, ele será arquivado.

Em 2017, por ocasião da proposta feita pela Icao (Organização da Aviação Civil Internacional) para a adoção de câmeras nas cabines de comando, o SNA, ssim como o Cenipa e Anac, se colocaram contrários à recomendação.

A Ifalpa (International Federation of Air Line Pilots Association) também apresentou diversos argumentos contrários à proposição.

Veja a nota de posicionamento do SNA sobre o assunto: https://bit.ly/2YZzxFi.

O SNA continuará acompanhando a tramitação do projeto de lei na Câmara, de forma a defender os interesses da categoria. Fiquem atentos a nossos meios de comunicação para novidades sobre o tema.

EDITAL CONVOCATÓRIO DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

O Sindicato Nacional dos Aeronautas - SNA, nos termos do seu Estatuto Social, por seu Diretor Presidente, ao final assinado, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo disposto no artigo 27, alínea “a”, combinado com os artigos 20, 21 §4º, 22 caput e §2º, 24, 25 “c ” e parágrafo único, “b”, 30 caput e §2 e 3º e 31, §1 º, todos do referido Estatuto Social e observados os demais requisitos estatutários e legais, convoca os pilotos do Aeroclube de Erechim, a participarem da Assembleia Geral Extraordinária, que será realizada no dia 19 de Agosto de 2019, às 10h30, em primeira convocação, e às 11h00, em segunda e última convocação, na Sede da Empresa, localizada na Rua Delmar Luiz Rigoni, nº 255, Bairro Aeroporto, Erechim, para seguinte ordem do dia: a) esclarecimentos e deliberação sobre proposta de renovação do Acordo Coletivo de Trabalho.

São Paulo, 14 de agosto de 2019.

Ondino Dutra Cavalheiro Neto
Diretor Presidente

O SNA esteve reunido nesta terça-feira (13) com a Gol Linhas Aéreas para discutir melhorias e ajustes em um possível Acordo Coletivo de Trabalho.

Foram discutidos pontos que podem ser melhorados, ajustados ou implementados, tais como:

- Jornada parcial (part time);
- Plano de aposentadoria;
- Base virtual;
- Ajustes na regulamentação para evitar inativos longos;
- Atuação dos aeronautas administrativos;
- Transferência de bases;
- Treinamento dos tripulantes recém-contratados;
- Ajustes para possibilitar maior números de troca entre os tripulantes no portal de troca de voos.

Caso estes pontos avancem, terão que que passar por apreciação e aprovação dos aeronautas em votação a ser realizada em assembleia. Fiquem atentos.

Por fim, lembramos que esta negociação não está relacionada à construção do plano de carreira —sobre este assunto haverá uma reunião nesta quarta-feira, dia 14.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos e sugestões pelo telefone (11) 5090-5100, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).  

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

De forma a facilitar pedidos de aposentadoria especial dos aeronautas associados que trabalharam em empresas como Transbrasil, Varig e Vasp, o SNA oferece a partir de agora um serviço de intermediação com as massas falidas para agilizar a entrega do PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário) destes tripulantes.

Este documento é essencial para a comprovação de que o aeronauta esteve exposto a atividade nociva no ambiente de trabalho de forma permanente.

No último dia 25 de junho, houve um grande avanço na questão das aposentadorias especiais com a decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) favorável a um aeronauta. Apesar de a decisão ser referente a um processo individual, ela serve de jurisprudência para as ações em curso ou futuras. Saiba mais: https://bit.ly/2X60VAC.

Lembramos também que o SNA presta serviços de requerimento de aposentadoria especial a seus associados, bem como ações judiciais para requerimento desse direito. Para saber mais, acesse: https://bit.ly/2JpOT1F.

VEJA ABAIXO O PROCEDIMENTO PARA REQUERER O PPP NAS EMPRESAS FALIDAS

- VARIG – RIO SUL – NORDESTE

Os associados ao SNA devem procurar o sindicato para receber toda a assessoria por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., do telefone 11 5090-5100 ou do Whatsapp 11 95375-0095.

O não associados podem entrar em contato diretamente pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou no no balcão do RH da Flex Aviation, que fica no seguinte endereço: Estrada do Galeão, 3200 - Prédio 1 - Ilha do Governador - Rio de Janeiro. Telefones de contato: (21) 3799-8449/97594-6909

- TRANSBRASIL

O SNA, em parceria com técnico qualificado para o preenchimento do PPP, que possui procuração outorgada pelo administrador judicial da Massa Falida Transbrasil, facilitará a entrega do PPP.

Para tanto, o aeronauta associado deverá entrar em contato com o SNA pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e fornecer os seguintes dados:

- Cópia do RG e CPF;
- Cópia do contrato de trabalho com a Transbrasil;
-Cópia da Carteira de Trabalho (página com foto; o verso; qualificação; parte do registro contrato (com admissão e demissão); base onde trabalhou - todas as promoções;
- Número do PIS.

SAIBA O QUE É O PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO – PPP 

A instrução INSS 99/2003, em seu artigo 146, estabelece que “o Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) constitui-se em um documento histórico-laboral do trabalhador que reúne, entre outras informações, dados administrativos, registros ambientais e resultados de monitoração biológica, durante todo o período em que este exerceu suas atividades”. 

O PPP é constituído de campos que deverão ser preenchidos pela área de RH das empresas e deverá ser mantido atualizado para todos os trabalhadores sob o regime geral da Previdência Social.

Ou seja, ele é um grande histórico da vida do funcionário, com a descrição de todas as atividades e os períodos em que ele as exerceu, os agentes nocivos a que esteve exposto (com a intensidade e concentração dos mesmos), os exames médicos clínicos e os dados referentes às empresas  para posterior comprovação da atividade especial exercida pelo trabalhador.

******

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).  

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

Na segunda-feira (12), o SNA finalizou mais uma renovação de Acordo Coletivo de Trabalho para instrutores de voo, desta vez para a MG Escola de Aviação Civil, após aprovação dos termos pelos trabalhadores.

Com isso, o sindicato reforça e mantém a atuação para a regularização dos contratos de trabalho dos instrutores de voo de todo o Brasil.

As renovações dos acordos coletivos reafirmam a condição desses profissionais da aviação como pilotos de aeronaves, conforme estipula a lei 13.475/17.

O SNA já renovou os acordos com:

- Aeroclube de Blumenau;
- Aeroclube de Carazinho;
- Aeroclube de Eldorado do Sul;
- Aeroclube do Espírito Santo;
- Aeroclube de Santa Cruz;
- Aeroclube do Rio Grande do Sul;
- Floripa Flight Escola;
- Realizar Escola de Aviação Civil;
- EPA – Escola Paranaense de Aviação;
- Aces High Escola de Aviação;
- Aeroclube de Maringá;
- Aeroclube do Espirito Santo;
- Fly Eagle Escola de Aviação;
- EFA Escola de Aviação;
- Aeroclube de Ponta Grossa;
- MG Escola de Aviação Civil.

Confira a lista de aeroclubes e escolas recomendados pelo SNA para o ensino prático de pilotos e que já regularizaram os contratos de trabalho: https://goo.gl/9G64Dg.

Lembramos, por fim, que os aeronautas podem e devem denunciar quaisquer irregularidades por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Em audiência realizada nesta segunda-feira (12), a Justiça determinou que o SNA apresente em 20 dias a lista dos aeronautas da Avianca que querem manter seu plano de saúde da Amil.

Desta forma, o sindicato pede que todos aqueles que têm interesse em continuar no plano que informem por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Os tripulantes devem informar:

1. Qual é a situação de seu contrato de trabalho com a Avianca Brasil: se está com contrato ativo, se está afastado pelo INSS (informar desde quando) ou se foi dispensado (informar a data da dispensa);

2. Se está atualmente em tratamento de saúde, se está em situação de urgência/emergência, ou ainda se é gestante (informar a data aproximada do parto);

3. Enviar o pedido de permanência no plano de saúde encaminhado à Amil, o qual deve estar registrado por escrito (pode ser por e-mail, SMS, mensagem no aplicativo entre outros), contendo nome completo, CPF, número da carteirinha do titular do plano e dos dependentes beneficiários, se for o caso;

4. Enviar a resposta enviada pela Amil sobre o pedido de permanência no plano, ainda que negativa.

Estas informações precisam ser enviadas para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., até o dia 6 de setembro de 2019, impreterivelmente, para que possam ser inseridas no processo coletivo que discute o restabelecimento do plano de saúde movido contra a Amil e a Avianca, possibilitando o cumprimento da ordem judicial.

Lembramos que no dia 2 de agosto a Justiça do Trabalho deferiu um novo pedido de tutela de urgência movido pelo SNA na ação civil pública que trata do plano de saúde dos aeronautas da Avianca incapacitados para o trabalho (gestantes, afastados por auxílio-doença e aposentados por invalidez). 

Desta vez, a pedido do sindicato, foi incluída na decisão a determinação de que a Amil tem a obrigação de restabelecer os planos e prover os meios necessários para que os tripulantes possam continuar realizando os pagamentos e usufruindo dos benefícios —para tanto, cada aeronauta deverá entrar em contato com a Amil, conforme abaixo.

Também foi determinado que os empregados ativos deverão arcar com os valores correspondentes de sua cota para custeio do plano, pagando estes valores diretamente à Amil. 

Os empregados dispensados que tenham optado por manter o plano de saúde também terão o plano restabelecido, mas deverão arcar integralmente com o custeio.

Em todos os casos, deverão ser mantidas as mesmas condições, carências e coberturas.  

Caso a Amil não cumpra esta decisão, deverá pagar a multa diária de R$ 1 mil por empregado enquadrado em uma dessas situações, até o efetivo cumprimento da obrigação.

IMPORTANTE: A Amil tem 48 horas para restabelecer o plano, mas este prazo se inicia somente a partir do protocolo do pedido de permanência no plano, feito diretamente pelo aeronauta junto à Amil em um dos canais de atendimento abaixo. 

Site 
https://www.amil.com.br/beneficiario

Telefone 
3004-1000

O SNA permanece à disposição para dúvidas e quaisquer outras orientações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., pelo telefone 5090-5100 ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store