Na segunda-feira (12), o SNA finalizou mais uma renovação de Acordo Coletivo de Trabalho para instrutores de voo, desta vez para a MG Escola de Aviação Civil, após aprovação dos termos pelos trabalhadores.

Com isso, o sindicato reforça e mantém a atuação para a regularização dos contratos de trabalho dos instrutores de voo de todo o Brasil.

As renovações dos acordos coletivos reafirmam a condição desses profissionais da aviação como pilotos de aeronaves, conforme estipula a lei 13.475/17.

O SNA já renovou os acordos com:

- Aeroclube de Blumenau;
- Aeroclube de Carazinho;
- Aeroclube de Eldorado do Sul;
- Aeroclube do Espírito Santo;
- Aeroclube de Santa Cruz;
- Aeroclube do Rio Grande do Sul;
- Floripa Flight Escola;
- Realizar Escola de Aviação Civil;
- EPA – Escola Paranaense de Aviação;
- Aces High Escola de Aviação;
- Aeroclube de Maringá;
- Aeroclube do Espirito Santo;
- Fly Eagle Escola de Aviação;
- EFA Escola de Aviação;
- Aeroclube de Ponta Grossa;
- MG Escola de Aviação Civil.

Confira a lista de aeroclubes e escolas recomendados pelo SNA para o ensino prático de pilotos e que já regularizaram os contratos de trabalho: https://goo.gl/9G64Dg.

Lembramos, por fim, que os aeronautas podem e devem denunciar quaisquer irregularidades por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Em audiência realizada nesta segunda-feira (12), a Justiça determinou que o SNA apresente em 20 dias a lista dos aeronautas da Avianca que querem manter seu plano de saúde da Amil.

Desta forma, o sindicato pede que todos aqueles que têm interesse em continuar no plano que informem por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Os tripulantes devem informar:

1. Qual é a situação de seu contrato de trabalho com a Avianca Brasil: se está com contrato ativo, se está afastado pelo INSS (informar desde quando) ou se foi dispensado (informar a data da dispensa);

2. Se está atualmente em tratamento de saúde, se está em situação de urgência/emergência, ou ainda se é gestante (informar a data aproximada do parto);

3. Enviar o pedido de permanência no plano de saúde encaminhado à Amil, o qual deve estar registrado por escrito (pode ser por e-mail, SMS, mensagem no aplicativo entre outros), contendo nome completo, CPF, número da carteirinha do titular do plano e dos dependentes beneficiários, se for o caso;

4. Enviar a resposta enviada pela Amil sobre o pedido de permanência no plano, ainda que negativa.

Estas informações precisam ser enviadas para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., até o dia 6 de setembro de 2019, impreterivelmente, para que possam ser inseridas no processo coletivo que discute o restabelecimento do plano de saúde movido contra a Amil e a Avianca, possibilitando o cumprimento da ordem judicial.

Lembramos que no dia 2 de agosto a Justiça do Trabalho deferiu um novo pedido de tutela de urgência movido pelo SNA na ação civil pública que trata do plano de saúde dos aeronautas da Avianca incapacitados para o trabalho (gestantes, afastados por auxílio-doença e aposentados por invalidez). 

Desta vez, a pedido do sindicato, foi incluída na decisão a determinação de que a Amil tem a obrigação de restabelecer os planos e prover os meios necessários para que os tripulantes possam continuar realizando os pagamentos e usufruindo dos benefícios —para tanto, cada aeronauta deverá entrar em contato com a Amil, conforme abaixo.

Também foi determinado que os empregados ativos deverão arcar com os valores correspondentes de sua cota para custeio do plano, pagando estes valores diretamente à Amil. 

Os empregados dispensados que tenham optado por manter o plano de saúde também terão o plano restabelecido, mas deverão arcar integralmente com o custeio.

Em todos os casos, deverão ser mantidas as mesmas condições, carências e coberturas.  

Caso a Amil não cumpra esta decisão, deverá pagar a multa diária de R$ 1 mil por empregado enquadrado em uma dessas situações, até o efetivo cumprimento da obrigação.

IMPORTANTE: A Amil tem 48 horas para restabelecer o plano, mas este prazo se inicia somente a partir do protocolo do pedido de permanência no plano, feito diretamente pelo aeronauta junto à Amil em um dos canais de atendimento abaixo. 

Site 
https://www.amil.com.br/beneficiario

Telefone 
3004-1000

O SNA permanece à disposição para dúvidas e quaisquer outras orientações pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., pelo telefone 5090-5100 ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

O Sindicato Nacional dos Aeronautas informa que a partir o último dia 9 os tripulantes das companhias Connect e Omni passam a ter direito ao uso do Passe Livre.

Desta forma, os tripulantes das congêneres passam a ter também a possibilidade de solicitar Passe Livre por estas duas empresas. Veja regras abaixo.

Lembramos que, para que esse direito seja plenamente exercido, é necessário que os tripulantes também cumpram todas as suas obrigações e sigam estritamente as regras. Veja aqui as regras: https://bit.ly/2GUIV6L.

A concessão de Passe Livre é exclusiva para voos domésticos, a favor de tripulantes com contrato de trabalho ativo e em escala de serviço, especialmente para início ou após encerramento de jornada ou de viagem.

- Procedimento para pedido de passe na Connect Linhas Aéreas S/A

Sigla: “cc”
Frota: 2 Aeronaves B737-400
Rotas: Inicialmente com Operações em GRU, MAO, REC.
Orientação para embarque: O tripulante interessado deverá encaminhar mensagem eletrônica para o CCO–CONNECT através do seguinte endereço eletrônico: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e o contato do CCO 011. 2229-5065. A solicitação deverá ser realizada com antecedência entre 24 a 3 horas antes da decolagem.

Na mensagem deverão constar os seguintes dados:
a)- Nome do interessado.
b)- Identidade
c)- Cód. ANAC
d)- CPF
e)- Data do voo
f)- Trecho solicitado.
g)- Telefone de contato
h)- Nome e telefone de contato para emergência
i)- Empresa onde trabalha

Confirmação da solicitação: O CCO CONNECT responderá a mensagem do tripulante informando a confirmação ou não da reserva solicitada.

Regras CONNECT para embarque: Os tripulantes deverão se encaminhar para a porta da aeronave com pelo menos 15 minutos antes da EOBT e se apresentarem ao Comandante do voo, o qual fará o ordenamento de acordo com as prioridades de embarque. O embarque e acomodação na aeronave deverá ocorrer após o término do carregamento. As aeronaves da CONNECT possuem 6 assentos disponíveis sendo dois jump seat na cabine de comando e 4 assentos na área traseira.

- Procedimento para pedido de passe na Omni Táxi Aéreo – Omni Aviation

Sigla: “om”
Frota: 1 ATR 42-500
Rota: GIG – Macaé

Orientação para embarque: Os tripulantes deverão se dirigir diretamente ao Comandante da aeronave para verificar a disponibilidade de assentos. O critério adotado será por ordem de chegada e como desempate será utilizado será utilizada a hierarquia (Comandante, Copiloto, Mecânico de Voo e Comissário). Em qualquer outra situação, o critério será estabelecido pelo Comandante do Voo.

CLIQUE PARA VER OS PROCEDIENTOS EM TODAS AS COMPANHIAS: https://www.aeronautas.org.br/index.php/free-pass.

Diante de diversas denúncias recebidas de tripulantes, o SNA enviou ofício à Anac em que questiona procedimentos adotados nos testes de proficiência linguística (SDEA) que estariam impedindo que os aeronautas eventualmente obtenham avaliação Nível 6 (Expert).

De acordo com as denúncias, os avaliadores teriam sido orientados a jamais conceder Nível 6 (Expert), o que coloca o teste fora do padrão Icao, em total desacordo com as disposições do Anexo 1 da Convenção de Chicago.

As entidades credenciadas para o teste estariam assim descumprindo a Instrução Suplementar IS 61-003, o RBAC 61, e o Anexo 1 da Convenção de Chicago.

Desta forma, SNA solicita que a Anac tome as providências cabíveis para orientar as entidades credenciadas que os aeronautas devem ser avaliados segundo os critérios estabelecidos na legislação aplicável, devendo atribuir os níveis de 1 (English Not Compliant) a 6 (Expert).

Veja a íntegra do ofício enviado pelo SNA à Anac: https://bit.ly/2Tp4UrA.    

A Anac vai realizar, entre os dias 27 e 30 de agosto, mais uma edição da Semana Safety, desta vez em Campo Grande-MS. 

O evento tem como objetivo discutir assuntos relacionados à segurança operacional, além de receber críticas e sugestões por partes dos usuários. 

A programação completa pode ser acessada no link: https://bit.ly/2YWZVDY.

As inscrições podem ser feitas até o dia 23 de agosto acessando https://bit.ly/2KFcPNH.

O Semana Safety ocorrerá no Hotel Harbor Self Buriti Suítes Campo Grande (R. Antônio Maria Coelho, 2301 - Vila Planalto, Campo Grande-MS).

Em 2019, já foram realizadas edições da Semana Safety no Rio de Janeiro, em Belo Horizonte, em Belém e em São Paulo. Até o final do ano, serão realizadas mais duas edições do evento, em Recife e em Porto Alegre. 

O SNA enviou ofício à Riogaleão, administradora do Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, em que pede providências contra a perturbação causada por obras de uma reforma que ocorrem próximo ao D.O. da Latam Linhas Aéreas.

O sindicato recebeu diversas denúncias de tripulantes de que o som forte durante o período noturno impacta gravemente no descanso da tripulação que permanece em reserva.

Tal situação acaba por aumentar os riscos de fadiga na tripulação, o que pode afetar diretamente a segurança de voo.

O ruído causado pelas obras, que são de responsabilidade da administradora do aeroporto, infringe a regulamentação que prevê que a acomodação para reserva deve ocorrer em sala específica, destinada exclusivamente a tripulantes, e possuir mitigação de ruído.

O SNA espera que a Riogaleão apresente as medidas para diminuir os efeitos causados pelo ruído e que informe o prazo previsto para término das obras.

Veja o ofício enviado pelo SNA: https://bit.ly/2KpGPOF.

EDITAL CONVOCATÓRIO DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

O Sindicato Nacional dos Aeronautas - SNA, nos termos do seu Estatuto Social, por seu Diretor Presidente, ao final assinado, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo disposto no artigo 27, alínea “a”, combinado com os artigos 20, 21 §4º, 24, 25 “c ” e parágrafo único, “b”, 30 caput e §2º e 31, §1º, todos do referido Estatuto Social e observados os demais requisitos estatutários e legais, convoca os aeronautas associados da AZUL LINHAS AÉREAS BRASILEIRAS S/A, a participarem da Assembleia Geral Extraordinária, que será realizada no dia 14 de agosto de 2019, às 13h30, em primeira convocação, e às 14h00, em segunda e última convocação, no Ramada Hotel Viracopos, localizado na Rua Sérgio Fernandes Borges Soares, 1000, Distrito Industrial, Campinas - SP, CEP 13054-709,  para seguinte ordem do dia: a) Debates e esclarecimentos sobre as demandas da companhia aérea Azul. 

São Paulo, 09 de agosto de 2019.

Ondino Dutra Cavalheiro Neto
Diretor Presidente

Nesta quinta-feira (8), o SNA finalizou mais uma renovação de Acordo Coletivo de Trabalho para instrutores de voo, desta vez para o Aeroclube de Ponta Grossa, após aprovação dos termos pelos trabalhadores.

Com isso, o sindicato reforça e mantém a atuação para a regularização dos contratos de trabalho dos instrutores de voo de todo o Brasil.

As renovações dos acordos coletivos reafirmam a condição desses profissionais da aviação como pilotos de aeronaves, conforme estipula a lei 13.475/17.

O SNA já renovou os acordos com:

- Aeroclube de Blumenau;
- Aeroclube de Carazinho;
- Aeroclube de Eldorado do Sul;
- Aeroclube do Espírito Santo;
- Aeroclube de Santa Cruz;
- Aeroclube do Rio Grande do Sul;
- Floripa Flight Escola;
- Realizar Escola de Aviação Civil;
- EPA – Escola Paranaense de Aviação;
- Aces High Escola de Aviação;
- Aeroclube de Maringá;
- Aeroclube do Espirito Santo;
- Fly Eagle Escola de Aviação;
- EFA Escola de Aviação;
- Aeroclube de Ponta Grossa.

Confira a lista de aeroclubes e escolas recomendados pelo SNA para o ensino prático de pilotos e que já regularizaram os contratos de trabalho: https://goo.gl/9G64Dg.

Lembramos, por fim, que os aeronautas podem e devem denunciar quaisquer irregularidades por meio do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..