Gol dá retorno ao SNA sobre denúncias de tripulantes de supostas irregularidades

Fonte
  • Menor Pequena Medium Grande Maior
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

A Gol enviou ofício ao SNA na quinta-feira (11), após questionamentos do SNA, em que dá seu posicionamento sobre diversas denúncias de tripulantes sobre possíveis irregularidades.

- Não coincidência de folgas

A empresa afirma que “permanece envidando esforços no sentido de fazer coincidir, nos mesmos dias, as folgas regulamentares do aeronauta com as de seu cônjuge ou companheira(o) registrada(o), desde que tal medida não gere impactos prejudiciais na escala de trabalho dos colaboradores”.

- Risco à saúde dos comissários no desembarque

A Gol afirma que “o controle do fluxo de desembarque dos passageiros não está condicionado à presença de comissários no corredor da aeronave. O procedimento adotado pela empresa e que deve ser cumprido pelos comissários é realizar a orientação dos passageiros através de áudio via sistema PA”.

- Fechamento da área de descanso e a “reserva”

A companhia alega que “tal circunstância se deu em razão de todas as medidas adotadas pela companhia em razão da pandemia. No entanto, os espaços foram adequados em observância às medidas de prevenção ao novo coronavírus (covid-19), as áreas de descanso foram liberadas e ficaram disponíveis aos tripulantes em período de reserva, encontrando-se em perfeitas condições de higiene e segurança, considerando também mínimo ruído, controle de temperatura e luminosidade, sempre mantendo a redução de circulação de pessoas”.

O SNA pede que os tripulantes fiquem atentos e fiscalizem a empresa, enviando relatos em caso de quaisquer irregularidades.

Íntegra do ofício da Gol: https://tinyurl.com/yxqdxtlb.

Íntegra do ofício do SNA: https://tinyurl.com/y39pfdu5.

Canais de atendimento do SNA: https://bit.ly/3breFNZ.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/associe-se-sna
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: Procurar SNA no Google Play ou na Apple Store