A Latam informou ao Sindicato Nacional dos Aeronautas que está analisando os pleitos levantados pelo grupo sobre programa Decola BR e o plano de carreira, postergando dessa forma as movimentações de carreira atreladas à meritocracia. O programa Decola BR permanece vigente para demais benefícios.

Qualquer movimentação de carreira que por ventura ocorra antes de novo posicionamento da empresa será realiza com base na regra anterior do plano divulgado.

Fiquem atentos a nossos meios de comunicação para novidades sobre o assunto.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos.

Em reunião com os copilotos da Latam realizada nesta segunda-feira (11), para tratar de promoções, ficou definido que uma assembleia será convocada para o dia 20 de fevereiro de 2019, às 13h30, em São Paulo.

O objetivo da assembleia será definir uma proposta da categoria para ser levada à direção da companhia sobre as promoções e possíveis contratações de comandantes.

A ideia é que, após a deliberação em assembleia, a proposta criada seja colocada para votação on-line pelos copilotos da Latam antes de ser encaminhada à empresa.

Fiquem atentos para a publicação do edital de convocação.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (para associados).

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770

Em audiência realizada na segunda-feira (4), o juiz da 12ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro suspendeu, por três meses, a ação judicial movida por um grupo de tripulantes sobre o Plano de Carreira dos Pilotos Latam.

A ação chegou a suspender a assembleia de votação sobre o assunto em junho de 2018 —posteriormente, amparada em outra decisão judicial, a votação foi realizada.

Nesta segunda, os autores da ação requereram e tiveram deferida pelo juiz a produção de prova pericial contábil de documentos que serão apresentados pela Anac e pela Latam, em outros dois processos. Diante disso, o juiz suspendeu o processo para obtenção destes documentos.

Ressaltamos que, embora o grupo de pilotos tenha escolhido em assembleia plebiscitária a proposta LAP (Lista de Antiguidade de Pilotos) para a alteração do plano de carreira, a mudança ainda não pode ser aplicada, já que o assunto envolve outras ações judiciais que estão em tramitação na Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro.

Na audiência desta segunda, os autores da ação apresentaram uma proposta de conciliação idêntica à proposta denominada LUS (Lista Única de Senioridade). Por ser conteúdo igual ao já apreciado —e rejeitado— na assembleia de trabalhadores realizada em julho, o SNA recusou.

Também na audiência, o juiz também determinou a intimação do Ministério Público do Trabalho para atuar no processo como fiscal da lei.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Pelo app: SNA no Google Play ou na Apple Store

O Sindicato Nacional dos Aeronautas enviou ofício para a Anac e para a Latam se colocando à disposição para negociar eventuais flexibilizações necessárias na legislação brasileira para que o voo entre São Paulo e Tel Aviv possa ser operado pela Latam Brasil com tripulação brasileira.

O SNA defende que voos brasileiros sejam feitos por tripulantes brasileiros.

Nesta terça-feira (22), o sindicato esteve reunido com a Latam com o intuito de entender os desafios necessários para que possa ser construída uma eventual proposta de acordo, que seria levada a deliberação dos tripulantes da companhia em assembleia.

Lembramos que existem limitações operacionais estabelecidas na lei 13.475/17, a Nova lei do Aeronautas, mas que estas podem ser alteradas pela autoridade de aviação civil brasileira com base nos preceitos do Sistema de Gerenciamento de Risco de Fadiga Humana, de forma a garantir a segurança de voo.

Observados os fatores que possam reduzir o estado de alerta da tripulação ou comprometer o seu desempenho operacional, os limites podem ser aumentados ou diminuídos, conforme a necessidade, e devem ser implementados por meio de convenção ou acordo coletivo de trabalho entre o operador da aeronave e o sindicato da categoria profissional.

Além disso, a Reforma Trabalhista instituiu o princípio de que o acordado prevalece sobre o legislado, corroborando para que um acordo deste tipo tenha validade após aprovação dos termos entre as partes.

Fiquem atentos a nossos meios de comunicação para novidades sobre o tema e para eventual convocação de assembleia para deliberação dos tripulantes, caso a negociação de um acordo avance.

Diante da repercussão a respeito do novo procedimento adotado pela Latam para depósito da cash bag Mercado Latam em voos que pousarem no aeroporto de Congonhas, o Sindicato Nacional dos Aeronautas esclarece que é contrário à medida e que ainda está em tratativas com a companhia sobre o assunto.

Além da questão do impacto no período de repouso dos comissários, o SNA também está atuando para garantir a segurança dos tripulantes no transporte destes valores. 

Na quinta-feira passada, o SNA entrou em contato questionando a companhia quanto ao procedimento e foi informado de que trata-se de um projeto piloto, que inicialmente funcionará por tempo determinado. 

Neste primeiro momento, o SNA volta a orientar os tripulantes para que gerenciem seu período de repouso, de forma que o descanso comece após a entrega dos valores no D.O.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para novidades sobre o assunto.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Na próxima segunda-feira (21), será realizada audiência na 12ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro sobre o Plano de Carreira de Pilotos da Latam.

A sessão é em decorrência de uma ação judicial movida por um grupo de oito pilotos, suspendendo a realização da então primeira AGE de 06/06/2018 que votaria o Plano de Carreira dos Pilotos Latam.

A justificativa apresentada pelo grupo na época é de que as informações requisitadas por eles à Anac, em outro processo, seriam indispensáveis para análise da proposta LAP (Lista de Antiguidade de Pilotos). Porém como a Anac não fornecera os documentos, o grupo ingressou com a medida judicial, alegando a urgência na suspensão da AGE de votação até que a agência reguladora fornecesse o solicitado.

A juíza concedeu a liminar em junho, e a assembleia em curso foi suspensa. 

Em seguida, o SNA apresentou um mandado de segurança, cuja decisão liminar autorizou a realização de nova AGE, que foi efetuada, mas restringiu seus efeitos até o término da ação. Ou seja, embora a proposta LAP tenha sido escolhida pela maioria do grupo, ainda não pode ser aplicada.

Após a realização da audiência, atualizaremos as informações em nossos canais de comunicação. 

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

A Latam informou por meio de um comunicado interno que vai adotar um novo procedimento para depósito da cash bag Mercado Latam em voos que pousarem no aeroporto de Congonhas. Segundo a empresa, o objetivo seria eliminar os extravios e perdas. 

O CF quando encerrar sua atividade em CGH deverá desembarcar com os envelopes lacrados de todas as etapas do dia, com os dados dos voos, e depositá-los no cofre que estará disponível no D.O. de CGH, no corredor de acesso à sala da gerência.

SNA já entrou em contato com a empresa para esclarecer o assunto, tendo sido informado de que se trata de projeto piloto em carater temporário.

Diante isso, o Sindicato Nacional dos Aeronautas orienta que os tripulantes gerenciem o horário de repouso, de forma que o descanso apenas iniciará após a entrega dos valores no D.O. E seguiremos acompanhando o caso.
Programa Decola BRApós a realização de assembleia em 18 de dezembro de 2018, em que os tripulantes se posicionaram contrários ao programa Decola BR, o SNA enviou ofício para dar ciência das deliberações à companhia. Veja a contraproposta formulada pela categoria na ocasião: https://bit.ly/2Cojsjc.

Nesta quinta-feira (17), o SNA entrou novamente em contato com a companhia para questionar a respeito de um posicionamento sobre essa demanda. A Latam se comprometeu a apresentar uma resposta até o final da próxima semana.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Em assembleia realizada nesta segunda-feira (17), em São Paulo, comissários da Latam se posicionaram contrários ao plano de carreira Decola BR apresentado pela empresa. Os tripulantes também deliberaram por formular uma contraproposta da categoria para tentar dar celeridade à solução do impasse.

Em resumo, a contraproposta reivindica:

1. Multiplicar por 5 a pontuação do bônus senioridade (tempo de empresa);

2. Aplicar N/C (Não Comparecimento) somente após a devida verificação. E, ainda, que o NCJ (Não Comparecimento Justificado) não será computado para fins de pontuação. Bem como que o ATZ (atraso) seja considerado somente quando o efetivo atraso do voo;

3. Não haver dupla punição para o mesmo evento;

4. Limitar, em termos de pontuação, o número de elogios a 3;

5. Não limitar o número de tripulantes nos grupos do Programa Decola BR;

6. Que seja dada transparência sobre quais são as possibilidades, os critérios e os pontos que devem ser atingidos para que os comissários sejam elegíveis a participar de um determinado grupo do Programa Decola BR;

7. Que a antiguidade seja utilizada como critério de desempate;

8. Aumentar o tempo de permanência nas funções e equipamentos para ser elegível para as movimentações, de acordo com o que foi determinado na assembleia.

Fiquem atentos a nossos meios de comunicação para novidades sobre o assunto.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

O Presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo estatuto desta entidade sindical, nos artigos 22, “a”, 20, §1º, “b”, e 25 “caput”,  observados os demais requisitos estatutários e legais, convoca os comissários associados da LATAM LINHAS AÉREAS S/A para Assembleia Geral Extraordinária, que será realizada no dia 17 de dezembro de 2018, às 13h30min, em primeira convocação, e às 14h00min, em segunda e última convocação, no seguinte local: São Paulo: Subsede do SNA, localizada na Rua Barão de Goiânia, 76 - Vila Congonhas, São Paulo - SP, CEP: 04612-002,  para as seguintes ordens do dia: A) Esclarecimentos sobre o andamento da negociação do Programa de Desenvolvimento de Comissários Latam Brasil – Decola BR; B) Deliberações dos próximos passos referente ao Programa de Desenvolvimento de Comissários Latam Brasil – Decola BR.

Rio de Janeiro, 13 de dezembro de 2018.

Ondino Dutra Cavalheiro Neto
Presidente

Diante da publicação pela Latam do plano de carreira Decola BR, voltado aos comissários de voo, o Sindicato Nacional dos Aeronautas informa que vai convocar uma assembleia, a ser realizada no próximo dia 17 de dezembro, para esclarecimentos sobre o assunto e deliberar sobre os próximos passos.

Fiquem atentos aos nosso meios de comunicação para a publicação do edital com locais e horários.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770

Conforme o que ficou acertado em audiência de mediação no Ministério Público do trabalho no dia 7 de novembro, a Latam disponibilizou para o SNA a metodologia de cálculo e base de dados dos novos parâmetros para sua proposta de conversão pura e simples do modelo de remuneração de km para hora de voo.

Os dados foram compartilhados no dia 8 de novembro, de forma que o SNA está atualmente fazendo todas as análises possíveis da proposta —nos termos da ata de audiência, o SNA tem 30 dias para analisar os dados e apresentar manifestação ao MPT.

Oportunamente, o sindicato convocará assembleia para fazer esclarecimentos e debater a proposta com a categoria.

O SNA aproveita para pedir que os aeronautas continuem compartilhando seus relatórios de conversão km/hora obtidos no simulador, de forma a fazer uma análise mais precisa.

Para isso, basta enviar um e-mail com os dados para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Lembramos que após a categoria ter negado em votação a proposta inicial para conversão feita pela companhia, e após a própria empresa ter rejeitado a contraproposta da categoria, a Latam procurou a mediação do MPT e decidiu fazer uma proposta de conversão pura e simples do modelo de remuneração. Ou seja, as demais rubricas não seriam negociadas neste momento.

Desta forma, o pagamento de adicional noturno nas horas de sobreaviso e reserva, inclusive os adicionais de fins de semana e feriados sobre horas de reserva e sobreaviso, não seriam discutidos agora, já que a empresa entende que os temas são juridicamente controvertidos.

Por fim, ressaltamos que a obrigatoriedade de pagamento por hora de voo está prevista na lei 13.475/2017, a Nova Lei do Aeronauta, e que o SNA tem trabalhado para que a transição seja feita de maneira adequada e com garantias de que não haverá nenhum tipo de perda salarial.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770

A Latam enviou aos seus tripulantes um relatório comparativo relativo à proposta de conversão pura e simples do modelo de remuneração de km para hora de voo.

Diante disso, o SNA abriu um canal para que os aeronautas compartilhem os relatórios comparativos de conversão enviados pela companhia. Para isso, basta enviar um e-mail para  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Além disso, a companhia se comprometeu a disponibilizar para o SNA a metodologia de cálculo e base de dados dos novos parâmetros adotados. Após o recebimento, o sindicato terá 30 dias para apreciação, conforme acordado em audiência no MPT.

Oportunamente, o SNA irá apresentar estes valores em assembleia para esclarecimentos à categoria.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770