Em reunião realizada nesta quinta-feira (7), o SNA levou à Latam o posicionamento dos pilotos e comissários, expressado em assembleia na quarta-feira, sobre as propostas preliminares da companhia para firmar um ACT (Acordo Coletivo de Trabalho).

A companhia mantém a proposta de reajuste em modelo alternativo, por meio de indenização.

Uma nova reunião de negociação será marcada e espera-se chegar a uma convergência entre as pautas.

Assim que um proposta formal seja apresentada, o SNA irá convocar assembleia para deliberação.

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

EDITAL CONVOCATÓRIO DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

O Sindicato Nacional dos Aeronautas - SNA, nos termos do seu Estatuto Social, por seu Diretor Presidente, ao final assinado, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo disposto no artigo 27, alínea “a”, combinado com os artigos 20, 21, caput e §4º,  24, 25 “c ” e parágrafo único, “b”, 30 caput e §2º e 31, §2º,  todos do referido Estatuto Social e observados os demais requisitos estatutários e legais, convoca os aeronautas associados ao SNA, da AZUL LINHAS AÉREAS S.A., a participarem da Assembleia Geral Extraordinária, que será iniciada no dia 04 de novembro de 2019 às 13:30h, em primeira convocação, e às 14:00h, em segunda e última convocação, no Ramada Hotel Viracopos, localizado na Rua Sérgio Fernandes Borges Soares, nº 1000, bairro Distrito Industrial, Campinas – SP, CEP: 13054-709, para a seguinte ordem do dia: Avaliar e deliberar sobre proposta de Acordo Coletivo de Trabalho relativo ao Pagamento de Participação nos Resultados – PPR referente ao exercício de 2019, ofertada pela empresa.

São Paulo, 29 de outubro de 2019.

Ondino Dutra Cavalheiro Neto
Diretor Presidente

Nesta segunda-feira (21), recebemos a denúncia de que um estelionatário está se fazendo passar pelo SNA para enviar convites de participação nos grupos de WhatsApp do sindicato.

O golpe consiste em solicitar ao aeronauta um código de acesso enviado via sms, possibilitando que o número de WhatsApp do usuário seja roubado. Dessa forma, o fraudador tenta pedir dinheiro para os contatos da agenda do celular, como se fosse o dono do número de telefone.

O SNA alerta que qualquer assunto relacionado ao sindicato é feito pelos canais oficiais da instituição, assim como o envio de link para participação nos grupos de WhatsApp. 

No último dia 24 de setembro, o SNA reuniu-se com o departamento de fator humano da Latam para tratar de diversos assuntos relacionados à introdução do RBAC 117, regulamento destinado ao gerenciamento dos riscos da fadiga humana na aviação.

Em especial, foram discutidos os estudos para Safety Case da Latam na rota GRU-MXP-GRU e pra alguns voos da Latam Cargo.

Safety Case - Operação passageiros/carga

Na operação de passageiros, em função do tipo de descanso disponível a bordo das aeronaves B767, será necessário realizar um estudo de caso na rota GRU-MXP-GRU, visto que esta  extrapola os limites previstos nas tabelas do apêndice B do RBAC 117.

Este estudo, o primeiro a ser realizado no país, tem como objetivo medir, através de métodos científicos e o estado de alerta das tripulações.

Além disso, o estudo visa propor, se necessário, medidas mitigadoras para que os níveis de alerta sejam mantidos em níveis iguais ou superiores aos previstos pela Anac.

Na reunião, foram apresentados ao SNA a empresa contratada para efetuar o Safety case, a metodologia escolhida pela consultoria, os recursos utilizados, a amostra e o cronograma previsto para a realização do estudo.

O SNA também participou, no dia seguinte, da entrega de todo o material a ser utilizado por uma das tripulações que está executando o estudo.

A Latam Cargo, devido à natureza da operação de carga, também irá executar um Safety Case para alguns voos que irão exceder os limites prescritivos estabelecidos pelo RBAC 117.

O estudo será conduzido pela mesma empresa contratada pela Latam, com procedimentos similares aos executados na operação com passageiros.

Gagef

O departamento de fator humano da Latam também explicou os protocolos disponíveis para que o tripulante possa efetuar uma chamada de fadiga, bem como diversas estatísticas relacionadas à fadiga nas operações da companhia.

Foi apresentado ainda o funcionamento do Gagef (Grupo de Estudo de Gerenciamento da Fadiga). Este é composto de integrantes de diversos setores da empresa como, por exemplo, escala de voo, operações, safety etc.

Nas reuniões do Gagef são debatidos diversos temas que impactam diretamente na fadiga das tripulações.

A partir do mês de outubro, o SNA irá participar das reuniões do Gagef, conforme previsto na CCT da aviação regular, na Lei 13.475/2017 e no RBAC 117.

Em breve traremos informações atualizadas sobre o assunto.

O SNA disponibilizou a seus associados, conforme informado em comunicado anterior, vagas para o curso de SGSO da Anac, a ser ministrado nas dependências da sede São Paulo do sindicato no período de 14 a 18 de outubro.

Devido ao grande número de interessados no curso, foi necessário utilizar um critério de desempate para seleção dos participantes. Assim, foi dada prioridade àqueles com maior tempo de associação ao SNA.

A lista de associados selecionados pode ser visualizada aqui: https://bit.ly/2lBHJ0O.

O SNA enviará por e-mail um link contendo as instruções necessárias para efetivação da inscrição no curso.

Agradecemos a participação e o interesse de todos.

Em breve traremos novas oportunidades de capacitação aos nossos associados.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store   

Durante os dias 20 e 22 de setembro, a Concessionária RioGaleão vai realizar inspeção com drones nas torres de iluminação dos pátios 1 e 2. O procedimento foi autorizado pela Anac e será realizado apenas sob condições visuais.

A Diretoria de Segurança de Voo do SNA recomenda que os aeronautas cumpram estritamente as instruções fornecidas pelo controle de pátio e redobrem a atenção e vigilância, principalmente nas manobras de estacionamento da aeronave. Em caso de dúvidas, pare a aeronave e questione o órgão ATC.

Caso identifique que tenha colocado em risco a segurança da operação, preencher um RELPREV ao operador ou ao SNA.

Mais informações podem ser encontradas neste boletim informativo, clique aqui

Os ministros da 2ª Seção do STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiram na última quarta-feira (11), por maioria, negar recurso do SNA e do Sindicato dos Aeroviários no Estado de São Paulo sobre a questão da competência para decidir o destino dos valores arrecadados com as vendas de bens em benefício aos credores da ação contra a massa falida da Vasp e das demais empresas do Grupo Canhedo.

Desta forma, fica mantida a decisão do ministro Moura Ribeiro, que determinou que compete ao juízo da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo decidir sobre o destino dos valores arrecadados com as vendas da Fazenda Santa Luzia, da Fazenda Rio Verde, da Fazenda Invernada e dos bens móveis e semoventes da Fazenda Santa Luzia na execução da ação civil pública.

Os pagamentos foram suspensos em fevereiro de 2017, em decorrência desta decisão.

A decisao do STJ ainda não foi publicada. Assim que disponibilizado o acórdão em seu inteiro teor o SNA analisará as medidas necessárias para a continuidade da defesa dos interesses dos trabalhadores envolvidos.

Fiquem atentos aos meios de comunicação do SNA para novidades sobre o caso.

Com o intuito de promover e facilitar a recolocação de profissionais no mercado, foi realizado na sede do SNA, em São Paulo, nos dias 9 e 10 de setembro, um curso preparatório para aqueles que querem fazer processo de seleção para comissário de voo.

O curso, ministrado por Aílton Oliveira e que teve preço especial para os associados, foi um grande sucesso.

O SNA já estuda a possibilidade de realização de novas turmas do curso.  

Fiquem atentos aos nossos meios de comunicação para novidades.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store    


WhatsApp Image 2019 09 12 at 08.37.25

Após questionamentos realizados pelo SNA, baseados em denúncias e demandas de tripulantes, a Azul Linhas Aéreas deu um retorno ao sindicato sobre alguns temas.

Confira abaixo o posicionamento da empresa.

- Proibição de reserva por período superior a três horas no aeroporto de Santos Dumont.
A Azul se comprometeu a fornecer repouso em hotel para reservas no Santos Dumont por período superior a três horas, limitado a seis horas.

- Apuração de nova marca de sapatilhas para uso das tripulantes.
A empresa afirma que está realizando testes de modelos de novos sapatos e divulgará no início de outubro os resultados.

- Apresentação de pilotos e comissários em períodos divergentes.
A companhia se comprometeu a não exigir a apresentação de pilotos e comissários em horários distintos para os mesmos voo.

O SNA continuará acompanhando estes temas de perto e pede aos tripulantes que enviem relatos sobre eventuais novas ocorrências.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição pelo telefone (11) 5090-5100, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

O SNA está em tratativas com o administrador judicial das Massas Falidas Varig, Rio Sul e Nordeste, Nogueira & Bragança Advogados Associados, para viabilizar ainda em 2019 um terceiro rateio para os credores trabalhistas.

A Massa Falida informou que já está fazendo cálculos de contingências para verificar qual será qual será a disponibilidade do rateio.

Assim que houver prazo e valores definidos, o sindicato comunicará a todos.

Ressaltamos que já houve a arrecadação dos ativos e foram deferidos dois rateios no valor total de aproximadamente R$ 152 milhões.

No endereço www.sanordesteriosul.com.br é possível obter mais informações.

Para esclarecimentos adicionais, o site disponibiliza o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O departamento jurídico do SNA fica à disposição pelo telefone (11) 5090-5100, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo Whatsapp 11 95375-0095 (somente para associados).

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

Em audiência realizada nesta segunda-feira (26) no TST (Tribunal Superior do Trabalho), relativa à ação sobre redução de força de trabalho ocorrida na Gol em 2012, foi determinado que a empresa apresente, até o dia 2 de setembro, documentos que comprovem as demissões que a companhia alega terem sido feitas de forma regular.

Após isso, o SNA terá prazo até o dia 9 de setembro para analisar esses documentos da empresa. Ficou marcada para o dia 10 de setembro uma nova audiência para, com acompanhamento do ministro Vieira de Mello Filho, uma nova tentativa de conciliação entre as partes.

Lembramos que o SNA obteve decisões favoráveis nas duas primeiras instâncias da Justiça do Trabalho, em que a empresa foi condenada a reintegrar os demitidos em desacordo com a norma coletiva ou pagar indenização.

Veja a íntegra da ata da audiência desta segunda: https://bit.ly/30ALpyZ.

Fiquem atentos aos meios de comunicação do SNA para novidades sobre o tema.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para eventuais esclarecimentos pelo telefone (11) 5090-5100 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770
Via app: SNA no Google Play ou Apple Store

O deputado Lucas Gonzalez (NOVO/MG) apresentou, nesta quarta-feira (14), parecer contrário ao Projeto de Lei 1458/2015 na CVT (Comissão de Viação e Transportes).

Este projeto de lei trata da obrigatoriedade de instalação de câmeras de vídeo em aeronaves comerciais —está apensado a ele outro projeto, o PL 2602/2015, que trata especificamente da obrigatoriedade de instalação de câmeras de vídeo nas cabines de comando das aeronaves.

Ainda não há data para que o parecer do relator seja levado a votação na CVT, mas caso a comissão acompanhe o voto de Gonzalez pela rejeição do projeto, ele será arquivado.

Em 2017, por ocasião da proposta feita pela Icao (Organização da Aviação Civil Internacional) para a adoção de câmeras nas cabines de comando, o SNA, ssim como o Cenipa e Anac, se colocaram contrários à recomendação.

A Ifalpa (International Federation of Air Line Pilots Association) também apresentou diversos argumentos contrários à proposição.

Veja a nota de posicionamento do SNA sobre o assunto: https://bit.ly/2YZzxFi.

O SNA continuará acompanhando a tramitação do projeto de lei na Câmara, de forma a defender os interesses da categoria. Fiquem atentos a nossos meios de comunicação para novidades sobre o tema.

Mais Artigos...

Página 1 de 2