O Sindicato Nacional dos Aeronautas participou nesta quinta e sexta-feira do SAFTE-FAST User Conference, evento realizado em Dallas (EUA), na unidade de treinamento da American Airlines, que teve como principal objetivo compartilhar e discutir as principais características e evoluções deste software de gerenciamento da fadiga humana, além de receber feedback dos usuários do sistema.

Representado pelo comandante Tulio Rodrigues, o SNA apresentou o projeto Fadigômetro, inciativa do SNA e das associação Abrapac, Asagol e ATL, com participação da Universidade de São Paulo (Instituto de Física, Instituto de Biociências e Faculdade de Saúde Pública) e com o apoio da CNFH (Comissão Nacional de Fadiga Humana) e do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos).

O projeto, pioneiro no Brasil, que pretende determinar o nível de exposição dos tripulantes da aviação regular brasileira aos riscos da fadiga, permitindo a proposição de estratégias para sua mitigação, foi bem recebido e despertou o interesse na conferência.

Também foram apresentadas palestras por representantes das empresas brasileiras Azul e Gol, companhias que utilizam o software SAFTE-FAST para o gerenciamento da fadiga.

A equipe do IBR (Institute For Behaviour Resources), liderada por Steven Hursh, explorou questões importantes como a importação de dados de actígrafos no SAFTE-FAST, bem como métricas relevantes para a identificação do risco da fadiga, com ênfase na avaliação da área de perigo —métrica inicialmente proposta pela equipe do Fadigômetro em 2017.

O SNA ressalta a importância de eventos como esse, que permitem a troca de experiências da comunidade internacional com relação ao gerenciamento de fadiga e à promoção de cada vez mais elevados níveis de segurança de voo.

Convidamos toda a categoria a conhecer e participar do projeto Fadigômetro. Saiba mais em: https://www.fadigometro.com.br. 

O SNA negociou um desconto para seus associados nas mensalidades para estacionamento no bolsão do Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos, que terá o valor especial de R$ 255,00. Para fechar o contrato desse serviço, no entanto, é necessário haver no mínimo 150 interessados.

Desta forma, o SNA pede aos associados que têm interesse enviem e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. até o dia 20 de novembro.

Caso o mínimo de 150 vagas seja preenchido, o estacionamento com mensalidade de R$ 255,00 passará a valer a partir de janeiro de 2019.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770  

*************************************************

parceria 2018 gru

A pedido da Anac, será remarcada a reunião com o Sindicato Nacional dos Aeronautas que seria realizada na última quarta-feira (17) para tratar das novas regras da CIV Digital (Caderneta Individual de Voo Digital). A nova data ainda não foi definida.

As novas regras estão previstas na revisão B da Instrução Suplementar IS nº 61-001 da Anac (https://bit.ly/2PVFjoj), que trata dos procedimentos para demonstrar a experiência de voo requerida para fins de concessão e/ou revalidação de licenças ou habilitações previstas no RBAC nº 61.

Na prática, o documento prevê a impossibilidade de duplicidade de registro de horas de voo como de piloto em comando, nos voos em que os Manuais de Cursos (PP e PC) preveem que o lançamento das horas em comando devam ser realizadas pelos alunos, que buscam a conclusão da experiência mínima para certificação da licença pretendida.

O SNA informa aos instrutores de voo e às escolas de aviação que continuará atuando para que a categoria não fique prejudicada com a adoção dos novos procedimentos e pede que relatos sejam enviados para o e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..br ou ou pelo telefone 11 5090-5100.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para eventuais esclarecimentos.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770  

A Flyways Linhas Aéreas foi novamente condenada a pagar diárias de alimentação e vale alimentação em atraso, desta vez no período de dezembro de 2016 até novembro de 2017, em ação coletiva movida pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas.

Para o cálculo dos valores devidos e posterior liquidação, o SNA solicita que os aeronautas que trabalharam durante esse período na companhia apresentem até o dia 21 de dezembro os seguintes documentos: escalas de voos, comprovante de endereço, RG e CTPS.

Os documentos deverão ser apresentados pessoalmente na subsede São Paulo do sindicato, na rua Barão de Goiânia, 76, Vila Congonhas, ou enviados por e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O departamento jurídico do SNA fica disponível para esclarecer dúvidas por meio do e-mail juridico@aeronautas.org.br ou do telefone 5090-5100 (ramal 1033).     

Nos dias 10 e 11 de outubro, o SNA sediou pela primeira vez no Brasil o curso Ifalpa FTL-FRMS, que reuniu em São Paulo aeronautas, membros da comunidade acadêmica e representantes das empresas aéreas e da Anac para debater sobre sistemas de gerenciamento dos riscos da fadiga.

Com participantes vindos de 11 países, o evento se destacou como uma oportunidade ímpar para a troca de informações sobre como cada país e região, seus órgãos reguladores e seus operadores têm abordado o tema sob os prismas operacional e legal.

Partindo do viés técnico e do direcionamento prático, foram debatidos estudos científicos e programas de monitoramento da fadiga (Projeto Fadigômetro), programas de gerenciamento da fadiga em diferentes fases de implantação e funcionamento no Brasil e no exterior, e como os limites prescritivos têm sido trabalhados conforme as legislações mundo afora.

Sono, fadiga e sistemas de gerenciamento de riscos

Abrindo o evento em São Paulo, Adam Fletcher, professor da Universidade do Sul da Austrália e referência mundial nos estudos do gerenciamento dos riscos relacionados à fadiga no ambiente de trabalho, fez uma introdução à ciência por trás dos estudos do sono e fadiga.

As dificuldades e desafios enfrentados para entender como a fadiga afeta cada pessoa e potencializa os riscos para a operação, e como desenvolver um sistema eficaz de gerenciamento baseado nas particularidades de cada operação, em que todos os setores da área operacional falem a "mesma língua", foram as linhas mestras das apresentações realizadas por Fletcher nos dois dias de evento.

Fadigômetro

Após a primeira apresentação de dados do Fadigômetro, realizada no dia 2 de outubro durante reunião da Comissão Nacional de Fadiga Humana, foi a vez da comunidade internacional ter acesso às mesmas informações preliminares, trazidas pelo comandante Tulio Rodrigues, diretor do SNA.

O pioneirismo do projeto e a maneira como pretende determinar o nível de exposição dos tripulantes da aviação regular brasileira aos riscos da fadiga, permitindo a proposição de estratégias para sua mitigação, chamou a atenção e despertou o interesse de todos os presentes.

Embasado pelo conhecimento e experiência do seu corpo técnico, o Fadigômetro demonstrou em seus números preliminares o potencial que possui para jogar luz sobre o tema e promover um crescimento quantitativo dos índices de segurança operacional no Brasil.

Azul e o FRMS na empresa

Trazendo o ponto de vista dos operadores para o debate, a Azul foi uma das companhias aéreas presentes, representada pelos comandantes Ivan Carvalho (Diretor de Segurança Operacional) e Caio Garcia (Coordenador de Fatores Humanos), ao lado da Latam, que esteve representada por Maria Angélica Aon (Fator Humano/DSO Corporativo).

A Azul abriu para os participantes a experiência de implementar um sistema de gerenciamento da fadiga em uma empresa de grande porte. Questões como cultura organizacional, cultura de segurança operacional, confiança entre empregado e empregador, funcionamento dos sistemas para reporte e montagem das escalas de voo, foram tópicos abordados.

A apresentação também contou com dados estatísticos, coletados por meio de reportes, pesquisas e eventos FOQA, a partir dos quais tem sido delineado o trabalho do departamento de fatores humanos na Azul.

Europa e América Latina

Os comandantes Javier Martín Chico, diretor da ECA (European Cockpit Association) e do Sepla (Sindicato Español de Pilotos de Líneas Aéreas), e Alejandro Juan Lópes Camelo, facilitador de fatores humanos e instrutor da Icao para SMS/SSP (Safety Management System/State Safety Program), complementaram as apresentações com a visão dos aeronautas, como categoria, sobre o gerenciamento da fadiga.

A maneira como os FMP (Fatigue Management Programs) têm sido trabalhados pelas companhias aéreas europeias dentro do escopo legal e das diretrizes da Easa (European Aviation Safety Agency), e como as empresas têm explorado os limites da regulamentação de voo deram o tom da apresentação do comandante Javier Martín Chico.

Por sua vez, o comandante Camelo, falando sobre a realidade atual dos sistemas de gerenciamento da fadiga e os requerimentos para sua implementação, focou na necessidade de aproximação (e coesão) entre os aeronautas latino americanos para que tenham voz ativa no debate sobre segurança de voo.

Ressaltando o trabalho de construção de confiança entre tripulantes e empresa feito pela Azul, o Projeto Fadigômetro e as ações dos aeronautas brasileiros, Camelo encerrou os dois dias de evento colocando em primeiro plano a "peça" sobre a qual recai tudo o que foi discutido: o aeronauta.

O SNA, assim como a Asagol, parabeniza os palestrantes e organizadores pelo alto nível apresentado e reforça o convite para que os aeronautas brasileiros tomem parte nas ações voltadas ao gerenciamento dos riscos da fadiga no país, apoiando o posicionamento da categoria quanto ao futuro RBAC de FRMS e participando do Projeto Fadigômetro.


IMG 9614

A Anac acaba divulgar seu relatório de ouvidoria relativo ao primeiro semestre de 2018, elaborado a partir de pesquisas de qualidade do atendimento, qualidade dos serviços prestados e manifestações dos usuários.

O relatório, de acordo com a agência, reflete o esforço da instituição no processo de aproximação com os regulados, incluindo pilotos e comissários, e visa ao aprimoramento dos instrumentos de regulação, dos processos de negócio e da prestação de serviços.

Compete à ouvidoria da Anac receber, apurar e encaminhar à diretoria da agência reclamações, críticas e comentários dos cidadãos, usuários e dos prestadores dos serviços aéreos ou de infraestrutura aeroportuária e aeronáutica. 

Clique para ver o relatório do 1º semestre de 2018: https://bit.ly/2RQfczU.

Clique para ter acesso a outros relatórios: https://bit.ly/2yki3J4.    

O Sindicato Nacional dos Aeronautas informa que o administrador judicial das Massas Falidas Varig, Rio Sul e Nordeste, Nogueira & Bragança Advogados Associados, divulgou nesta segunda-feira a nota abaixo.

“Comunicamos que, hoje, dia 15/10/2018, iniciamos o processo de pagamento do 2º Rateio, realizando a transferência bancária do primeiro lote de Credores Trabalhistas (Classe I).

Em virtude do limite diário imposto pelo sistema financeiro, o processo deverá se repetir pelos próximos 10 (dez) dias úteis.

Ressaltamos que o site das Falidas (http://ffx.com.br/nordeste) está em manutenção para publicação da Relação atualizada dos Credores Trabalhistas (créditos e montante corrigidos pela UFIR-RJ 2018) que serve de base para o pagamento do 2º Rateio (70M), o que deve ocorrer nos próximos dias.

Reiteramos que, desde dia 10/11/2017, foi disponibilizado o link (www.cadastrorateio.com.br) para cadastramento dos dados pessoais e bancários de todos os credores trabalhistas (Classe I).

Cabe ressaltar que o NÃO CADASTRAMENTO dos dados bancários implicará na impossibilidade de pagamento dos respectivos valores.”    

O Sindicato Nacional dos Aeronautas fará uma reunião na próxima quarta-feira (17) com a Anac para tratar das novas regras da CIV Digital (Caderneta Individual de Voo Digital), conforme a revisão B da Instrução Suplementar IS nº 61-001 da Anac (https://bit.ly/2PVFjoj), que trata dos procedimentos para demonstrar a experiência de voo requerida para fins de concessão e/ou revalidação de licenças ou habilitações previstas no RBAC nº 61.

Na prática, o documento prevê a impossibilidade de duplicidade de registro de horas de voo como de piloto em comando, nos voos em que os Manuais de Cursos (PP e PC) preveem que o lançamento das horas em comando devam ser realizadas pelos alunos, que buscam a conclusão da experiência mínima para certificação da licença pretendida.

Desta forma, o SNA informa aos instrutores de voo e às escolas de aviação que está atuando para que a categoria não fique prejudicada com a adoção dos novos procedimentos e pede que relatos sejam enviados para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou ou pelo telefone 11 5090-5100.

O departamento jurídico do SNA fica à disposição para eventuais esclarecimentos.

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770    

O SNA traz para seus associados mais uma novidade, em busca de facilitar e desburocratizar o atendimento a todos. A partir de agora, o atendimento jurídico será feito também via Whatsapp, por meio do número (11) 95375-0095.

Para isso, basta salvar o número acima em seu celular e mandar uma mensagem, sempre iniciando com nome completo e CPF para identificação da associação.

Inicialmente, o atendimento será realizado exclusivamente das 10h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Além de responder a dúvidas, o canal servirá para orientação jurídica e para recebimento de denúncias dos tripulantes. 

O atendimento do departamento jurídico também continuará sendo feito de forma presencial nos escritórios do SNA, pelo e-mail juridico@aeronautas.org.br e pelo telefone (11) 5090-5100. 

Associe-se ao SNA
Via site: https://tinyurl.com/sna-associe-se
Via Whatsapp: 21 98702-6770